segunda-feira, 5 de julho de 2010

A marca dos virgens


Uma acupunturista alegar possuir uma técnica supostamente infalível para descobrir se um homem é ou não virgem. Ela está ganhando status de celebridade no Vietnã, onde é tão creditada ao ponto de ajudar a libertar três prisioneiros condenados por estupro.
Pham Thi Hong, de 54 anos, é especialista em medicina tradicional e afirma que pontos vermelhos atrás da orelha indicam que um homem nunca teve relações sexuais.
O método da acupuncturista já livrou três jovens da prisão por serem acusados de estupro.

Praticante de medicina tradicional, Hong iniciou uma campanha para a libertação dos homens, defendendo os seu casos até o fim e levando a decisão ao presidente. Ela acredita que os três homens são virgens e, portanto, não poderiam ser culpado de estupro. A médica reverteu o caso ao conseguir que os processo fossem reabertos e investigados. "Todos tinham um ponto vermelho atrás da orelha. As marcas deveriam ter desaparecido se eles tivessem se relacionado sexualmente com alguém", disse Pham ao canal CBS. "Meus muitos anos de experiência me disseram que aqueles homens eram inocentes".

Graças a seus esforços, os investigadores do caso revisaram todo o caso e descobriram falhas, incluindo em depoimentos de testemunhas, que indicavam a sua inocência foram. Os três homens, tendo servido 10 anos de prisão, foram liberados em janeiro. Segundo Nong Thi Hong Ha, advogado de um dos homens libertados, foi descoberto um ponto vermelho na orelha de Nguyen Dinh Kien, que estava cumprindo sentença 16 anos, após ser condenado por estuprar (em 2000) mulher de 20 anos integrante de uma gangue.

Os jornais vietnamitas têm dedicado perfis de Hong e seus testes de virgindade, creditando-a a ajudar a libertar os homensinocentes. Ela diz que foi ensinada a determinar se um homem já fez sexo só por sentir seu pulso. Mais tarde, ela desenvolveu o método da orelha por conta própria. Ela diz que a pinta vermelha só irá desaparecer após relações heterossexuais e a "marca" não é afetada por sexo gay ou masturbação.

Outros acupunturistas têm tratado com ceticismo a técnica da mulher. Eles dizem nunca ter ouvido falar desse tipo "radar". "Eu nunca ouvi falar deste método antes'', disse Nguyen VanHao, de 60 anos, um acupunturista que praticou durante 14 anos. "DeDo ponto de vista médico, é impossível determinar se umo homem tem sexo ou não sentindo o pulso ou examinar o vermelho local em seus ouvidos".

Hong, no entanto, diz que está convencida de que seu método funciona, depois de anos de usando em seus alunos. Ela diz que sua reputação já levou outros supostos estupradores condenados a procurarem a sua ajuda no sentido de apelarem de seus casos. "Eu não estou planejando lançar uma campanha para limpar pessoas inocentes que foram falsamente acusadas de estupro. Mas eu estou disposta a ajudar as pessoas a provarem sua inocência, se elas realmente o são", diz

Nenhum comentário: