segunda-feira, 26 de abril de 2010

O caos anunciado

Estava escrito nas estrelas. Quando os “obreiros” do Edir Macedo pediram autorização para realizar na enseada de Botafogo o culto do dia “D”, todos já sabiam que o número de “fieis” chegaria fácil ao milhão. Na vez anterior que foi realizado um evento igual pela mesma igreja, o número já havia ultrapassado a casa do milheiro. Mas segundo o Eduardo Paes, o “alcaide” que “não” sabe das coisas, eles falaram em cem mil pessoas.

E a ingenuidade do Eduardo é de fazer inveja. Ele preparou a cidade para um evento de brincadeira, quando ele sabe que o Edir Macedo não faz evento para arrecadar migalhas. Os obreiros estavam preparados para levar milhares de reais para os cofres do Edir e isso só poderia acontecer se o público lá estivesse.

Foi um caos sem precedentes. Mais de quatro mil ônibus parados em fila tripla pelas pistas do Aterro do Flamengo até ao elevado da Praça Mauá. Pelas ruas vizinhas ninguém conseguia circular e os “fieis” lá na areia, metendo a mão no bolso e os obreiros recolhendo em sacos de 60 quilos. Até ai tudo bem, afinal se os fieis acreditam no Edir e problema deles, mas quem não tinha nada com isso e precisava se locomover pela cidade? Para esses só sobrou o inferno.

Inferno que o Edir montou, mas com a garantia de Eduardo Paes. E muita gente pergunta por que o prefeito fez isso e eu respondo. Estamos em época de eleições e ninguém é mais negociante que o Edir. Ele tem um senador que faz parte da sua igreja e que pode levar muito voto de “fieis” que pagam para “aprender” a votar. Se o Edir disser “vota em fulano”, é voto garantido. E o Eduardo Paes está em campanha para o governo do estado, com Sérgio Cabral e com Dilma Rousseff para presidente. Se o Crivella estiver do lado do Paes, estão garantidos os votos ao grupo. E um milhão não faz mal a ninguém, não é Eduardo?

Mas o caos não acabou quando os “fieis” foram embora. Eles se foram e deixaram um rastro de sujeira sem igual. O lixo tomou conta da areia, das pistas do Aterro, da rua em seus arredores. Tudo bem que eles foram ali para orar, mas isso não dá direito de fazer tanta sujeira. E quem paga pela limpeza pública e quem nem passou por ali? Não venham me dizer que quem sujou foi o capeta, porque só uma pessoa não faria tanta sujeira.

Agora deverão ser proibido esses eventos na Enseada de Botafogo. Mas será que com uma “liminar” não será resolvido o problema?
Essa turma se diz “ungida” e acha que “em nome de Jesus” tudo pode.

Gerson Tavares, no blog do autor

sexta-feira, 23 de abril de 2010

Aconteceu comigo

Naqueles tempos, o amor se esfriará!

Irmãos de 10 e 8 anos matam colega de 7 no Peru

Dois irmãos de dez e oito anos de idade bateram em um colega de turma de sete anos até a morte em uma escola na região de Huánuco, no centro do Peru, informou nesta sexta-feira a imprensa local. A vítima, que era o melhor aluno de sua turma, estava na segunda série no colégio San Jerónimo de Chonta, na província de Huamalíes, e recebia surras constantes dos dois irmãos, de acordo com outras crianças entrevistadas pelo site América Notícias.

Segundo os outros alunos da turma, Joel Bravo Flores recebeu uma surra dos dois irmãos durante o recreio, mas foram separados e os dois meninos ameaçaram voltar a bater nele na saída da escola. A mãe de Joel, Margarita Flores, contou ao site que os dos irmãos seguiram seu filho na saída da escola e continuaram batendo nele, além de em outras crianças que tentaram defendê-lo.

As autoridades do colégio cancelaram as aulas ontem, enquanto a família velava o corpo de Joel, e asseguraram aos jornalistas que não sabiam que o menino recebia surras de outros colegas de turma. Segundo o site, os dois irmãos continuam frequentando a escola, já que não há nenhuma investigação policial em curso.

sexta-feira, 16 de abril de 2010

Ensina no caminho em que deve andar...

Casal leva os filhos para arrombar veículo e roubar toca-fitas
Caso ocorreu em Fayetteville, no estado do Tennessee. Dupla foi flagrada pelas câmeras de segurança cometendo o crime

Um casal arrombou no mês passado um veículo na frente dos filhos para roubar um toca-fitas em Fayetteville, no estado do Tennessee (EUA), segundo reportagem da emissora de TV "ABC News". A dupla foi flagrada pelas câmeras de segurança do estacionamento cometendo o crime. O chefe de polícia do condado de Lincoln, Murray Blackwelder, disse ter ficado chocado com o comportamento do casal. De acordo com ele, as crianças merecem pais melhores.

Fonte: Do G1

Onde os votos abundam

Não é só no Brasil que figuras estranhas se candidatam a cargos públicos, como vimos nos últimos anos. E para quem reclama da panfletagem exagerada e das propagandas apelativas, deêm uma olhada de como as coisas funcionam nos Estados Unidos da América - nação que se gaba de ser o berço da democracia moderna.


É isso mesmo... históricamente, o comparecimento dos norte-americanos às urnas é baixo... mas isso não acontece por falta de abundância de campanha e marketing dos candidatos - como podemos ver...

Na campanha eleitoral estadual, a militante mericana Kat Smith fez ontem pinturas em seu bumbum em prol da campanha eleitoral da ex-cafetina Kristin Davis. A ex-cafetina era conhecida pelo apelido de ‘Madame Manhattan’ e pretende concorrer ao governo de Nova York (EUA) e alcançar o cargo que foi de Eliot Spitzer, ex-governador nova-iorquino e cliente de Kristin. Graças a Spitzer, a Madame Manhattan se tornou conhecida mundialmente em 2008, quando o então governador de Nova York renunciou em meio a um escândalo envolvendo prostitutas de luxo.
Aos 34 anos, a ex-cafetina já causaou polêmica ao usar um meio diferente para arrecadar fundos para sua campanha: um leilão de encontro (com jantar, calma rapazes) com modelos da revista adula americana Penthouse.

Com informações da Reuters

Pensamento do dia!

O Neymar é do Santos porque seu nome é Ney mar

Se fosse do Palmeiras seria Ney porco

Se fosse do Corinthians seria Ney gambá


E se fosse do São Paulo seria..............................................................................

NeyMatogrosso

Dica do Marcelo

São Paulo FC pressiona governo para 'liberar' Leonorduto para o Morumbi

Assim como adiantamos neste blog (veja post aqui), o São Paulo Futebol Clube está desesperado em razão das recusas da entidade mor do futebol mundial, a Fifa, sobre o seu projeto de puxadinho no Panetone. Fico só imaginando a cara do lenhador de bonsai, conhecido como Pitiboy, assim como também do ditador bambi mor, JJ Black Label.

Agora, os leonores estão dando chiliques para que o Governo adiante e desvie o dinheiro que estava previsto para obras do Metrô. Só que a intenção não é melhorar a malha ferroviária da capital e sim funcanciar as obras faraônicas que seriam necessárias para adequar o Morumbi ao padrão Fifa. Além disso, está correndo para o BNDES, que já teria recusado empréstimos mais de uma vez - em razão do clube não ter garantias de pagamento.

Isso deixa claro mais uma coisa: O SPFC nunca teve patrocinadores e financiadores para o seu projeto e quer mamar nas tetas no poder público.

Veja a seguir, as informações do Paulinho:

São Paulo pressiona Governo do Estado por Morumbi

Paulinho
16 de abril de 2010

Dirigentes do São Paulo enviaram para a FIFA mais um DVD contendo novas alterações para que o Morumbi possa se adequar ao caderno de encargos da entidade.

Mas antes disso, na última terça-feira, apresentaram o mesmo “filme” para representantes do Governo paulista.

Foi uma reunião tensa, onde os Tricolores explicaram que o novo projeto atendia tudo o que a FIFA exigia – de fato atende – mas que o clube não tem condições financeiras de realizá-lo.

Ou seja, o São Paulo enviará promessas para a entidade, mesmo sabendo que não tem condições de cumpri-las.

É um jogo perigoso e que pode ter conseqüências muito ruins para todos.

A discussão na sede do Governo foi muito grande.

É do dinheiro destinado ao Metrô que os dirigentes tricolores tentam realizar a captação de recursos.

Querem que um aditamento seja feito para que o órgão arque com o custo de diversas reformas, entre elas, o estacionamento para cerca de 4 mil veículos à porta do estádio, porém, cerca de 2 km longe da estação mais próxima, ainda a ser construída.

Depois, terão que desapropriar residências próximas ao Morumbi, em uma difícil e cara iniciativa, para construírem uma rampa de acesso do estádio, que seria “disfarçada” de via pública comum.

Sem estas alterações, que fazem parte também do que será mostrado à FIFA neste novo projeto, de nada adiantará reformar a parte interna do estádio, que tem custo total avaliado em mais de R$ 500 milhões, elevando o valor total da empreitada para mais de R$ 1 Bilhão.

Sem dúvida alguma, quase que irrealizável.

O Metrô se negou a atender aos pedidos do clube.

Seus dirigentes saíram da sala ofendidos com a pressão recebida e podem entrar em rota de colisão com o novo Governador, Alberto Goldman, se este resolver interceder.

Embora informações dêem conta de que não pretende fazê-lo.

Somente a injeção de dinheiro público pode viabilizar o novo projeto do São Paulo.

A verdade nunca esteve tão clara.

Fonte: Blog do Paulinho