segunda-feira, 1 de março de 2010

Terremotos nos Chile e Haiti causados por arma dos EUA?

Circula (não somente na internet, mas em parte da imprensa de alguns países), a suspeita de que os recentes terremotos no Haiti (que causou a morte de mais de 200 mil pessoas) e do Chile (que já contabilizou mais de 700 vítimas fatais) tenham sido causados por uma nova, escatológia e apocalíptica tecnologia desenvolvida pelo governo dos Estados Unidos da América: o HAARP.

O projeto HAARP (High Frequency Active Auroral Research Program, Programa de Investigação de Aurora Ativa de Alta Frequência) é uma investigação financiada pela Força da Aérea dos EUA(USAF), a Marinha(US Navy) e a Universidade do Alaska com o propósito oficial de "entender, simular e controlar os processos ionosféricos que poderiam mudar o funcionamento das comunicações e sistemas de vigilância".

Segundo as denúncias, o governo dos EUA estaria testando a tecnologia que poderia ser usada como uma arma assustadora, que poderia causar desastres de proporções superiores ao uso de armas nucleares. Em janeiro de 2010, setores da imprensa venezuelana afirmaram que o terremoto de 2010 no Haiti poderia ter sido causado por armas produzidas pelo projeto HAARP. Agora, surge a acusação de que o terremoto chileno também teria a mesma causa.

O interessante é que, em ambos os casos, o tremor foi precedido de "luzes nos céus" e fenômenos estranhos visualizados por milhões de pessoas (veja o vídeo abaixo). Ficam aí as perguntas: Os EUA conseguiram inventar uma outra arma capaz de levar o Planeta à destruição? E isto será usado para destruir os países que não se dobrarem frente o poderio bélico norte-americano.

O HAARP é o protagonista de diversas teorias conspiratórias que dizem que a tecnologia teria capacidade de controle climático e geológico, mapeamento de imagens subterrâneas e controle mental.

Existem especulações de que o projeto HAARP seria uma arma dos Estados Unidos, capaz de controlar o clima provocando inundações e outras catástrofes. Em 1999, o Parlamento Europeu emitiu uma resolução onde afirmava que o Projeto HAARP manipulava o meio ambiente com fins militares, pleiteando uma avaliação do projeto por parte da STOA (Science and Technology Options Assessment), o órgão da União Européia responsável por estudo e avaliação de novas tecnologias.

Em 2002, o Parlamento Russo apresentou ao presidente Vladmir Putin um relatório assinado por 90 deputados dos comitês de Relações Internacionais e de Defesa, onde alega que o Projeto HAARP é uma nova "arma geofísica", capaz de manipular a baixa atmosfera terrestre.


dica da Silvia Song

2 comentários:

Ravs disse...

Uau, nunca tinha ouvido falar disso... onde vc conseguiu essas fontes Saulo? Vou procurar saber mais... mas não duvido se for verdade, sabia?

Danizudo disse...

Depois da farsa do 11 de setembro, não duvido de mais nada. Os aamericanos realmente me dão arrepio.
Parabéns pelo blog!