sexta-feira, 5 de março de 2010

"Gospel ou engole"? A que ponto chegamos...


A polícia civil de Belo Horizonte recebeu diversas queixas de que um novo golpe está fazendo vítimas na região. Os alvos preferenciais, surpreendentemente, não são idosos mas jovens e adolescentes, que são abordados por rapazes bem apresentados que lhes vendem ingressos para festas que prometem ser regadas a álcool, ecstasy e sexo livre. No entanto, ao receber os ingressos os ludibriados descobrem que se trata de uma festa de acampamento religioso.

“Achei que seria uma ****ria desenfreada”, declarou o jovem S. R. C. G., que não quis ser identificado. “Paguei 160 reais pela permissão de entrada, achando que seria uma festa legal, o nome ajudou a me enganar”, continua, referindo-se ao título da festa no convite preliminar: “GOSPEL OU ENGOLE”. Assim como os outros jovens, preferencialmente rapazes, S. R. C. G. descobriu após o pagamento que seria obrigatório levar ao acampamento, além de aparatos de higiene usuais, duas bíblias. Além disso, o convite pago afirma em letras grandes “Roupas de banho. É permitido apenas maiô para as mulheres e SHORT para os homens”.

O delegado Amaury Polêncio identificou que são jovens de uma congregação “reconhecidamente radical da região aqui de Belo Horizonte” que aplicam o golpe. “São os mesmos daquele golpe da rifa de carne humana, que o vencedor descobria depois ser apenas hóstias consagradas”, afirmou o delegado. “A gente entende o desespero destes joves que economizam o ano inteiro para tentar dar uminhas (sic) e depois caem num golpe desses”, continua. Segundo o delegado, os criminosos estão sujeitos a vários processos de danos morais.

Os jovens que foram vítimas devem prestar queixa assim que possível no 10º DP. Aqueles que forem abordados por jovens bem vestidos prometendo-lhes apimentadas experiências sexuais de carnaval em um acampamento regado a drogas devem tomar cuidado. “Eu já tinha conhecimento desse “golpe”. Mas em um culto, quando eu recebi uma unção com óleo sagrado, recebi a palavra de Jesus Cristo que me disse para deixar o acampamento em paz” afirmou o delegado Polêncio.

Foi instaurado um inquérito e os responsáveis pelo golpe já foram localizados. Eles devem prestar depoimento esta semana. Os esforços, segundo o Dr. Polêncio, estão concentrados em resolver a situação de maneira amigável, com a devolução do dinheiro para os lesados. “Vamos conversar com esses jovens para que eles não prestem queixa e que tudo fique em paz entre os jovens, a igreja e a família brasileira. Tenho certeza que Jesus tem uma missão para cada um de nós”, concluiu o delegado.

vi no PavaBlog

S@alcompimentas: A que ponto chegamos para tentar levar o Evangelho! Tentar enganar os jovens prometendo uma orgia? Uma suruba? O que esse pessoal tem na cabeça?

O engraçado é que, em muitas igrejas, acontece exatamente o contrário. O irmão vai pra lá atraído pelo Evangelho e acaba encontrando é muita safadeza. Bom... é melhor eu parar de falar se não vou 'apanhar' da "galerinha de sempre" que adora me amaldiçoar e dizer "ai daqueles que tocam no ungido do senhor"...

PS: Escrevi senhor em minúsculo mesmo. Afinal, o Senhor Jesus (Aquele que morreu por nós na cruz), não pode ser o mesmo senhor de estelionatários da fé...


Pelvys Leonardo, no Bobagento.

Nenhum comentário: