quinta-feira, 22 de outubro de 2009

Anglicanos (Alguns) Vão Para Roma?

No dia de ontem, o papa Bento XVI, da Igreja Romana, emitiu uma Constituição Apostólica específica permitindo a criação de episcopados pessoais (semelhantes aos destinados aos militares = Vigários Castrences) para acolher grupos de anglicanos tradicionalistas que desejem, mantendo uma certa identidade, se abrigar sobre o manto da Igreja de Roma.

Como se sabe, a partir dos anos 1980, com a permissão para Ordenação Feminina, um número expressivo dos tradicionalistas anglicanos de linha anglo-católica criou a Comunhão Anglicana Tradicionalista (TAC), enquanto que a Ordenação de Ministros homossexuais praticantes, nas últimas décadas, tem visto surgir dezenas de jurisdições anglicanas dissidentes, conhecidas como “Continuantes”. Esses grupos devem totalizar cerca de 500.000 pessoas vs. os 77.000.000 de membros da Comunhão Anglicana sob autoridade do Arcebispo de Cantuária.

Há cerca de uma década a TAC vinha mantendo conversações com o Vaticano, buscando autorização para serem recebidos, seja como uma Igreja “Uniata” (como os maronitas, melquitas e caldeus, dos Ritos Orientais), seja como uma prelazia pessoal como o modelo da Opus Dei.

A opção do Vaticano, como se viu, foi por uma fórmula, digamos, menos autonomista. É possível que alguns setores minoritários anglo-católicos, ainda dentro das 38 Províncias da Comunhão Anglicana, também optem por seguir a via romana. Quanto à minoria liberal, obviamente, não irão querer negócio com o Papa atual. Quanto à majoritária “frente credal”, ortodoxa, formada pelos evangélicos, pelos carismáticos, e amplos setores anglo-católicos (Fraternidade dos Anglicanos Confessantes – FCA), esse documento do papa nada irá representar, pois continuarão a lutar por um realinhamento da Comunhão Anglicana, mantendo a sua consciência de uma Igreja Histórica (católica), mas, ao mesmo tempo, Reformada (protestante).

Quanto à Diocese do Recife, fazemos votos de boa trajetória para os optantes por Roma, mas continuará a sua luta contra o liberalismo dentro da Comunhão Anglicana, e procurando promover a evangelização do mundo, juntamente com seus irmãos evangélicos de outras

denominações, pois como sempre temos afirmado: “Somos Crentes!!!”

São José do Rio Preto (SP), 21 de outubro de 2009,


Dom Robinson Cavalcanti, Bispo Diocesano

Nenhum comentário: