terça-feira, 18 de agosto de 2009

Luxa vê 'complô evangélico' contra Emerson a favor de Brum

Segundo Luxa, notícia de que Emerson teria saído carregado de uma boate, pode ter sido 'plantada' por 'evangélicos', interessados em denegrir a imagem do jogador
No final da semana passada, a informação publicada em alguns veículos de comunicação de que Emerson, recém-contratado pelo Santos, foi visto badalando pela noite santista, deixou o técnico Vanderlei Luxemburgo incomodado. Tanto que o treinador tratou logo de sair em defesa do experiente jogador, de 33 anos, que foi indicado por ele para ser o camisa 5 do Peixe.

"Estou surpreso com essa notícia. Essa coisa de jornalista que fica preocupado com a vida pessoal do atleta é complicado. Infelizmente, tem uma minoria que age assim. Faz parte do nosso meio", disse Luxemburgo, em entrevista à Rádio Bandeirantes.

"Um jovem pode perfeitamente ir a uma boate e, de repente, tomar um vinho", argumentou o comandante alvinegro, antes de levantar uma suspeita como tese de defesa do volante.

Segundo Vanderlei Luxemburgo, a notícia de que Emerson teria saído carregado de uma boate em Santos, pode ter sido 'plantada' por 'evangélicos', interessados em denegrir a imagem do ex-capitão da seleção brasileira, para favorecer Roberto Brum - que nunca escondeu o fato de ser um evangélico atuante.

Vale lembrar que Brum foi afastado pelo técnico do Santos por indisciplina (Roberto Brum estava pendurado e ficou fora do jogo contra o Náutico, nos Aflitos, porque levou um cartão amarelo contra o Flamengo, após para sair de campo, quando estava sendo substituído, para discutir com o árbitro). O afastamento do jogador, um dos mais carismáticos do grupo e líder do elenco, abriu o espaço necessário para que Emerson fosse contratado para ser titular, depois de passar por um período de recondicionamento físico, com o preparador Antônio Mello.

"Já me falaram que quem está falando isso para os jornalistas são evangélicos, que estão querendo 'queimar' a imagem do Emerson, pois são favoráveis ao Roberto Brum, porque eu contratei o Emerson para o lugar dele", comentou Luxemburgo, que irá conversar com Emerson, para saber dele o que realmente aconteceu.

"O próprio Emerson já avisou que quer falar comigo para explicar o que aconteceu. Tenho certeza que não foi nada, que isso tudo é mentira. Vou conversar com o atleta e o que ele falar, para mim, é o que irá prevalecer", encerrou.

Fonte: iG Esporte e Gazeta Esportiva

S@lcompimentas: Ok, os "evangélicos" no Brasil são uma palhaçada... mas o Luxemburgo é um fanfarrão ao falar isso. É claríssimo que ele está falando pelo seu 'mentor espiritual', conhecido macumbeiro que adora botar a culpa de tudo nos evangélicos. Vamos deixar bem claro uma coisa: Assim como nem toda miséria humana é causada pelo Diabo, nem toda miséria brasileira é causada pelos "Diabos da Fé", seus bispos e apóstolos.

Nenhum comentário: