sexta-feira, 24 de julho de 2009

Invasão de privacidade de repórter da ESPN

Polêmica, invasão de privacidade e controvérsia na imprensa da terra do Tio Sam. Vazou na internet um video feito através de uma câmera escondida da bela jornalista esportiva da ESPN Erin Andrews. O video feito ilegalmente (provavelmente através de um buraco na parede) mostraria imagens da repórter nua enquanto se trocava num quarto de hotel.

A polêmica ficou maior ainda depois que o jornal novaiorquino NY Post publicou alguns trechos do vídeo. Em represália, a rede ESPN (onde Erin trabalha) anunciou rompimento de relações com o jornal.

As imagens teriam sidogravadas em um quarto de hotel na cidade de Omaha, estado de Nebraska, durante a cobertura do College World Series (final do campeonado universitário de beisebol), vencido pela Louisiana State University (LSU). O próprio NY Post teria admitido que o vídeo foi gravado por um “peephole”, ou um buraco na parede.

O vídeo se espalhou pela internet e mostraria Erin, nua, passando maquiagem, se trocando e arrumando o cabelo. Depois da repórter apresentar queixa à polícia, as imagens foram tiradas do ar e os tiras procuram o autor da gravação.

Aos 31 anos de idade, Erin Andrews é conhecida não só por seus atributos jornalísticos postos em prática na ESPN. Em 2008, foi considerada pela revista Playboy a cronista esportiva mais sexy dos Estados Unidos. Já cobriu jogos de basquete da NBA em horário nobre, da liga de beisebol (MLB). Inclusive, quem assiste as transmissões dos esportes gringos na emissora, já deve ter visto os comentaristas brasileiros Paulo Antunes e Everaldo Marques vibrarem com a beleza da moça.

com informações das agências e jornais internacionais

Nenhum comentário: