segunda-feira, 20 de julho de 2009

Anel da castidade ganha versão para iPhone


No que pode ser a primeira versão digital do anel, programa foi desenvolvido por empresa que espera atrair jovens ligados em tecnologia e que desejam demonstrar os benefícios do autocontrole sexual até o casamento

Os anéis da castidade — também conhecidos como anéis de pureza, anéis de compromisso ou anéis de abstinência — são uma invenção americana da década de 1990. Surgiram dentre grupos de abstinência sexual ligados a igrejas cristãs e são vendidos a adolescentes ou pais de adolescentes que queiram presentear seus filhos.

O uso desses anéis geralmente é acompanhado por um voto religioso de celibato até o casamento. São usados como demonstração de compromisso com a abstinência sexual até que sejam substituídos por uma aliança de casamento.

Ao contrário dos anéis de compromisso, os de castidade não necessariamente indicam compromisso afetivo. O simbolismo do anel da castidade é semelhante ao pretendido por quem usa correntes no pescoço com pingentes em forma de cruz ou crucifixo representando a fé do usuário em Jesus Cristo. O anel da castidade vai mais além, sendo um sinal externo de um compromisso voluntário de ordem moral.

Agora os jovens podem demonstrar seu voto de pureza também através do iPhone e do iPod touch, com o lançamento da aplicação PurityRing na App Store da Apple.

Desenvolvida pela Island Wall Entertainment, o que a aplicação faz é exibir um anel prateado girando na tela do aparelho. A empresa, que se descreve como a maior desenvolvedora de aplicações para cristãos para o iPhone, espera atrair jovens ligados em tecnologia e que, ao mesmo tempo, desejam demonstrar os benefícios do autocontrole sexual até o casamento. O programa tem a intenção de ser um complemento ao anel físico, e não um substituto.

Crê-se que esta seja a primeira versão digital do anel.

Dentre os usuários famosos dos anéis de castidade — e que agora tornam-se potenciais usuários do PurityRing — estão os integrantes da banda pop Jonas Brothers.

A aplicação é vendida a US$ 0,99 na App Store e pode ser baixada aqui (iTunes requerido).

Fonte: Applemania

Um comentário:

Anônimo disse...

Não concordo!!!
O anel de castidade não é uma brincadeira. É uma coisa séria e deve ser tratado como tal.
Uma demonstração de obediência a Deus. E amor próprio!!