terça-feira, 12 de maio de 2009

A unção da cobra. Isso mesmo, "cobra".



Este vídeo me assusta. Trata-se de mais um exemplo da manifestação do que podemos chamar de a “teologia do deus servo”. Sim. Esta mesma! A teologia que apresenta um “deus” aprisionado e escravizado por sua palavra e suas promessas, mesmo quando as referidas promessas não foram feitas aos seus pretensos algozes ou Suas Palavras são interpretadas completamente desvinculadas de seu contexto original e, pior, segundo uma hermenêutica utilitarista e comercial.

Uma teologia prescindindo de misericórdia do Criador. Uma teologia que não pede, exige. Não suplica, demanda. Uma teologia que não exige arrependimento, tão pouco quebrantamento, mas oferece bênçãos.

Uma teologia que condena Deus e exalta homens. Uma teologia que não oferece salvação, pois não conhece pecado. Uma teologia que não liberta, pois não conhece verdade. Uma teologia espúria tentando fazer de Deus servo do homem.

Aqui vemos Marcos 16:18 – “pegarão em serpentes; e, se beberem algum veneno mortal, não lhes fará mal nenhum; imporão as mãos sobre os doentes, e estes ficarão curados” em rota de colisão com a sensatez. A Palavra de Deus escandalizada em prática circense.

Esta cambada vai ranger muitos os dentes quando se vir pegando em cobras de fogo no quinto dos infernos! Ai vão lembrar que foram instruídos a não brincar com a Palavra de Deus, muito menos a desafiá-La!

Autor: Danilo Fernandes é empresário, consultor de marketing e franchising e editor do blog cristão Genizah

Fonte: Genizah [via Bereianos]

Nenhum comentário: