terça-feira, 7 de abril de 2009

Mudança de hábito

Uma ex-bailarina e ex-acompanhante de homens em boates de Milão se tornou freira há um ano e agora dá aulas de dança contemporânea nos arredores de Roma.

"Antes, eu dançava sobre cubos e fazia 'lap dance' para homens que queriam apenas meu corpo, estava jogando a vida fora em boates transgressivas, fazendo sexo sem amor, que procurava como uma droga", disse Anna Nobili, de 38 anos, em entrevista ao jornal La Repubblica.

Anna Nobili entrou para a Congregação das Irmãs Operárias da Santa Casa de Nazaré e fez os votos no final do ano passado.

A dança voltou a fazer parte da vida da religiosa depois que o bispo da cidade de Palestrina, a cerca de 35 quilômetros da capital italiana, ofereceu à freira um espaço no convento para que ela pudesse ensinar passos de dança aos jovens da diocese.

Irmã Anna define o tipo de dança que faz e ensina agora como "holy dance" (ou dança sacra). "Agora, danço para Deus, e meus passos e minhas coreografias são dedicadas a ele", afirma.

Coreografia 'mística'

Com seu grupo de alunos, que se chama "grupo de dança litúrgica Holy Dance", irmã Anna vai se apresentar na próxima terça-feira em uma das principais basílicas de Roma, a Santa Cruz em Jerusalém, durante a apresentação do livro Bíblia dia e noite, de Giuseppe Carli e Elena Balestri.

Segundo a tradição, nesta igreja, uma das mais antigas de Roma, estão guardadas relíquias da cruz onde Jesus Cristo morreu.

O grupo vai dançar diante de bispos e cardeais uma "coreografia mística", cujo titulo é "Jesus, luz do mundo", inspirada no evangelho segundo São João.

Além de se apresentar em boates, Anna também participava de programas de televisão como bailarina. Em 1995, ela teve o que definiu como uma "crise mística" e resolveu mudar de vida.

O caminho da conversão ao catolicismo e a decisão de se tornar freira não foram fáceis, segundo a religiosa. "Foi um caminho longo e sofrido", disse irmã Anna.

well, ao menos ela não chama a coreografia de "dança profética"... :P

no texto da d. mary schultze tem um trecho interessante s/ dança. um cara da igreja relata que durante a apresentação na igreja "as dançarinas não usavam sutiã; então precisei fechar os olhos para não cometer nenhum pecado".

me lembrei de um amigo pastor que foi repreendido por uma mulé da igreja pq usava calça de moleton numa programação esportiva. ela reclamou que a calça "tava marcando a parte íntima" dele. eta povo tarado, hein!

como diz uma amiga, "freud explica..." melhor omitir a segunda parte do adágio... :P

Fonte: BBC [via PavaBlog]

Um comentário:

Brother Emerson disse...

paz e bem!!!

Conheço a Irma Anna Nobili è realmente fantastico o trabalho que ela realiza de evangelizaçao com as crianças e adolescentes e os seus stage de dança sempre sao muito participados ela consegue realmente trasmitir uma bela mensagem atraves da dança