sexta-feira, 30 de janeiro de 2009

O deserto que atravessei ninguém me viu passar...

Agora está explicado o andar em círculos. Faltou um GPS para Moisés!
Esse video de um comercial de Israel sugere que se o líder do povo de Deus tivesse um aparelho desses, poderia ter evitado 40 anos de peregrinação no deserto!



Fonte: PavaBlog

Vizinhos não querem que Igreja da Renascer seja reconstruída no local

Associação de moradores diz que luta há dez anos para igreja sair. Renascer afirma que, se tentativa for real, é ‘perseguição religiosa’.

A vice-presidente da Associação Preservação do Cambuci e Vila Deodoro, Ana Cláudia Cavalcante, disse, nesta segunda-feira (26), que vai discutir com moradores quais providências tomar para evitar que a sede da Igreja Renascer em Cristo seja novamente construída na área onde ocorreu o desabamento no dia 18, na Zona Sul de São Paulo. Naquela ocasião, o teto caiu, matando nove pessoas e ferindo mais de cem. A Polícia Civil apura as causas do acidente.

“A gente está tentado. Há dez anos que a gente está querendo que eles saiam. Ali é uma zona residencial e as pessoas que moram em volta sempre foram muito prejudicadas com o barulho e com a quantidade de gente circulando pela área. Esse desabamento agora foi a gota d’água”, afirmou Ana Cláudia.

A professora de 41 anos, que mora há 25 anos na vila ao lado do prédio da igreja, lembra que em 1998 o Ministério Público de São Paulo chegou a interditar o prédio da Renascer por falta de segurança, já que não havia alvará de funcionamento. O local ficou 15 dias fechado. A informação foi confirmada pelo Ministério Público de São Paulo. Desde essa época, os moradores pedem a saída da igreja. A vila em que Ana Cláudia mora, situada na Rua Robertson, 319, teve oito casas interditadas pela Defesa Civil por causa do desabamento.

Ana Cláudia acrescentou que, neste domingo (25), vários moradores da vila e do entorno do prédio deixaram suas casas por causa dos trabalhos de desabamento da parede da igreja que corria o risco de desabar. “Como é que as pessoas conseguem viver assim? Tendo que sair de casa por tudo. Não somos inimigos de ninguém, a única coisa que a gente quer é poder morar em paz.”

“Portão ilegal”

Ainda segundo a vice-presidente da associação, a igreja teria também se apropriado de uma área comum da vila. No número 1, nos fundos do prédio da sede da Renascer, a igreja construiu uma garagem e fechou o local com um portão, o que não poderia ter sido feito. “O portão é irregular, o espaço é da vila e transformaram em uso particular do pastor”, disse, informando ainda que o Ministério Público e o Departamento de Controle do Uso de Imóveis (Contru) já solicitaram à igreja que a área seja restituída à coletividade.

“O local está inclusive coberto com telha de amianto, o que também é irregular”, acrescentou o vendedor Marassore Roberto Moregola, de 66 anos, que mora na vila há 45. De acordo com ele, só quem usava o portão para acessar à igreja eram Estevan e Sonia Hernandes, líderes e fundadores da Renascer.

A assessoria do Ministério Público informou que solicitou o fechamento da área do portão 1, o que foi feito pelo Contru no primeiro semestre de 2008. O MP informou que não sabe se a área pertence à vila, mas confirmou que o uso por parte da igreja é ilegal. Caso a Renascer esteja novamente usando o terreno, estará cometendo uma infração. A reportagem do G1 também entrou em contato com o Contru. O órgão informou que não irá mais se pronunciar sobre nenhum tema relacionado ao desabamento da igreja.

“Leviandade”

Em nota, a assessoria da Renascer disse reconhecer a importância do trabalho executado pela associação, mas afirmou não poder, “principalmente em um momento tão grave e trágico como esse, considerar como séria a afirmação de que a associação estaria organizando uma mobilização contra a reconstrução do templo na Lins de Vasconcelos”. Segundo a assessoria, tal especulação não tem sentido, fundamento ou lógica e, caso seja verdadeira, “seria uma óbvia mostra de perseguição religiosa e leviandade“.

Sobre a instalação do portão e o fechamento da área de número 1 da vila, a assessoria informou que todas as providências na área para atender os pedidos dos moradores vizinhos já estão sendo tomadas. A Renascer também solicita, “mais uma vez, a colaboração dos vizinhos.”

Fonte: G1 [via Gospel+ e Notícias Cristãs]

Na hora do Rush

Alguns hackers, nos Estados Unidos, resolveram alterar as mensagens transmitidas nas sinalizações digitais presentes nas ruas e rodovias. Alguns aproveitam a situação para pregar peças, alterando a mensagem para algo cômico, outros preferem assustar os motoristas. Segue, na sequência, uma das ‘brincadeiras’:



Você nunca chegará ao trabalho a tempo“, diz a mensagem.

Confira, em seguida, dois links com mais exemplos:

9 Funny Hacked Road Signs
Trapped in a sign factory, send help!

Doutor eu não me engano


Chegou ao mercado mais uma camisa comemorativa de futebol. Este material promete ser um sucesso de vendas e abalar o marketing do futebol brasileiro.
Desta vez o patrocínio é aliado a Hollywood, e leva em sua estampa a famosa série do espião James Bond, o famoso 007. Com a ajuda do famoso personagem, a camisa ajudará a promover as conquistas de um clube paulista.
Adivinhem qual é o clube por trás deste revolucionário plano de marketing?

Fonte: Globo Esporte [via PavaBlog]

quinta-feira, 29 de janeiro de 2009

Tira, tira, tira o sapato dos seus pés...


Escultura é erguida no Iraque para homenagear 'sapatada' em Bush

Uma gigantesca escultura de bronze no formato de um sapato foi erguida em Tikrit, terra natal do ex-ditador Saddam Hussein, para homenagear o jornalista iraquiano que atirou os dois sapatos contra o ex-presidente americano, George W. Bush, no ano passado.

O sapato, dentro do qual uma árvore foi plantada, tem três metros de altura e fica sobre um pedestal branco, com um arbusto de rosas ao lado.

A escultura foi construída nos jardins de uma fundação iraquiana que cuida de crianças órfãs, cujos pais morreram vítimas da violência que assola o país desde a invasão americana, em 2003.

Um poema também faz parte da homenagem ao jornalista Muntazer al-Zaidi, tendo sido gravado em uma placa na base da escultura, criada pelo artista iraquiano Laith al-Ameri.

"Isso é um presente para a família de Muntazer al-Zaidi, um herói, cujo gesto ajudou o povo iraquiano a sentir orgulho", comentou um membro da fundação no dia da inauguração, que foi presenciada por cerca de 400 pessoas.

O fundador da organização, Shaha al-Juburi, garantiu que a escultura não tinha qualquer apoio ou ligação com partidos ou movimentos políticos.

Fonte: Último Segundo

Até que o economista os separe

Economista cria calculadora que prevê chance de divórcio

Ferramenta compara dados do usuário com estatísticas do Censo americano

A economista americana Betsey Stevenson desenvolveu uma 'calculadora do casamento' que poderia prever as chances de divórcio.

A ferramenta, disponível na internet , funciona com uma comparação de estatísticas dos divórcios realizados nos Estados Unidos com os dados fornecidos pelos usuários. O "cálculo" resulta da análise de informações como idade, tempo de casamento, número de filhos e grau de escolaridade do usuário. Essas informações são então comparadas com estatísticas do Censo americano sobre os divórcios realizados no país.

Dessa forma, o usuário da calculadora recebe uma estimativa do percentual de pessoas com perfis similares que se divorciaram no passado e faz projeções sobre as chances de divórcio dentro de cinco anos. "Com a calculadora do casamento, você pode descobrir como muitas pessoas com perfil parecido se divorciaram", explica Stevenson. "Em resumo, o passado está sendo usado para determinar o futuro com essa calculadora", disse G.Cotter Cunninghma, diretor do site que hospeda a ferramenta .

Riscos

Segundo Stevenson, pesquisadora da Universidade da Pensilvânia e especialista em casamentos e divórcis, o risco de divórcio é menor para pessoas que possuem pelo menos grau superior de escolaridade e se casam mais velhas.

Ela afirma que, entre as pessoas que se casaram nos últimos anos, a taxa de divórcio é menor entre aquelas que se casaram depois dos 30 anos. Ela explica ainda que, quanto mais cedo se casa, maiores são as chances de divórcio."Apesar de ser difícil identificar o que está causando essa relação, a partir dessas informações eu aconselharia meus amigos a casarem quando estiverem mais velhos", disse a economista.

A Igreja da Moda


Alta-costura é apresentada em igreja de Paris

O estilista palestino Hindi Mahdi saiu da tradicional sala de desfile e levou sua alta-costura 2009 para a igreja de Saint-Merri, em Paris, nesta quarta-feira. Ao escolher esse ambiente sacro, o designer combinou o local da apresentação aos elementos que compõem sua nova linha, entre eles, o colar com crucifixo.

Os vestidos de Mahdi são ajustados ao corpo e possuem detalhes em renda e bordados em paetês como acabamento. Os decotes deixam à mostra boa parte do colo e as costas também recebem destaque por meio de recortes assimétricos nas blusas.

Além do preto, o vinho, verde e o marrom formam a cartela de cores da coleção.

» Veja mais fotos do desfile

Fonte: Terra

quarta-feira, 28 de janeiro de 2009

Aritmética lulista

Fonte: Denispd

Bode expiatório


Bode é preso acusado de tentar roubar carro na Nigéria

Seguranças afirmaram à polícia que bandido se transformou no animal.
Em algumas partes da Nigéria, muitas pessoas acreditam em feitiçaria.

A polícia nigeriana prendeu um bode após seguranças alegarem que um bandido que estava em fuga havia se transformado no animal depois de tentar roubar um carro Mazda, de acordo com a emissora britânica "Sky News".

Segundo o porta-voz da polícia no estado de Kwara, Tunde Mohammed, os vigilantes relataram aos policiais que, enquanto estavam fazendo uma patrulha, eles viram duas pessoas tentando roubar um veículo.

De acordo com Mohammed, os seguranças contaram ainda que "perseguiram os criminosos, mas um deles escapou enquanto o outro se transformou em um bode".

Apesar da história surreal, o animal ficou detido na delegacia. "Não podemos confirmar a história, mas o bode está sob nossa custódia", afirmou Mohammed.

Em algumas partes da Nigéria, nação mais populosa da África, muitas pessoas acreditam em feitiçaria. Após a prisão do animal, muitos nigerianos têm ido até a delegacia para ver o bode e poder fotografá-lo.

Fonte: Planeta Bizarro

terça-feira, 27 de janeiro de 2009

Com valor, sem temor

Enquanto no Brasil técnicos de futebol são demitidos após algumas partidas sem vitória, o oposto aconteceu no basquete colegial americano. Micah Grimes, técnico do time feminino da Covenant School, uma escola do particular cristã do Texas, foi demitido no último domingo após sua equipe vencer a Dallas Academy por 100 a 0.

Depois do resultado, a direção do colégio vencedor divulgou uma nota em seu site oficial afirmando que o placar obtido pelas suas jogadoras não refletia os valores cristãos pregados pela entidade. A sua saída aconteceu depois dele enviar um comunicado a um jornal americano dizendo que não conrimes, técnico do time feminino da Covenant School, uma escola do particular cristã do Texas, foi demitido no último domingo após sua eqcordava com a posição da direção da escola.

- Em resposta a nota postada no site, eu discordo do pedido de desculpas e da posição da escola de se sentir envergonhada pela vitória. Nós jogamos a partida como ela deveria ser jogada. Meus valores não me permitem pedir desculpas por obter uma grande margem de pontos na vitória, justamente depois das minhas garotas jogarem com honra e integridade - afirmava a nota emitida por Grimes.

Após tomar conhecimento do comunicado a imprensa americana, a direção do colégio informou que as palavras de Grimes agora só representam suas próprias opiniões. O caso vem tendo grande repercussão nos Estados Unidos.

fonte: Globo
[via PavaBlog]

Desabamento da Renascer (5)


Comparemos a notícia abaixo…

No templo emprestado da Assembléia de Deus do Brás foi a primeira vez que o casal apóstolico se pronunciou publicamente sobre a queda do telhado da sede da Renascer, que no domingo matou nove pessoas. A platéia entre as quais parentes das vítimas, levantou e ovacionou o casal. “Sinto como se tivesse perdido nove filhos”, disse o “bispo”. Ele citou uma das vítimas, Maria de Lourdes, que teria afirmado querer morrer dentro da igreja. “Disse que aqui, entre os mortais, há muito trabalho a ser feito, mas que o melhor mesmo é estar ‘perto de Cristo’”.

Aos parentes, mandou a mensagem: “Essa dor não é de morte, mas de ressurreição”, ao que o público gritava “Aleluia!”. Estevam continuou: “O sofrimento que o Satanás me causa é para alcançarmos a Glória.” Ele também contou que um fiel teria sido chamado à delegacia e quase obrigado a fazer uma denúncia contra a Igreja. “Como é que vou fazer uma queixa contra a casa do Senhor, onde recebo todas as glórias?”, perguntava Estevam aos fiéis.
Agência Estado - 21/01

… com essa aqui, mais recente:

A Associação dos Advogados Criminalista do Estado de São Paulo (Acrimesp) informou que foi procurada por 40 famílias que devem entrar com ação na Justiça por danos morais e materiais contra a Igreja Renascer em Cristo. O teto da sede mundial desabou no domingo, no Cambuci, zona sul de São Paulo, e deixou nove mortos e 108 feridos.

Segundo o presidente da Acrimesp, Ademar Gomes, os familiares devem formar uma Associação de Vítimas da Renascer para organizar a ação.

- Vamos estudar se a ação será coletiva ou individual. Mas já está claro que a igreja é responsável pelo ocorrido e não precisamos esperar a conclusão do inquérito para entrar com o processo judicial - afirmou.
Diário de São Paulo - 24/01


Sem comentários meus no momento. Estou numa fase de profunda reflexão sobre o momento evangélico atual e esse caso da Renascer simboliza, de maneira máxima, todo esse momento. Reflitamos e oremos, mas não viremos as costas para mais esse caso de indisciplina eclesiástica.

***
Fonte: Papo de Teólogo

Desabamento da Renascer (4)

Uma semana depois do acidente na Igreja Renascer de São Paulo, quando o teto caiu e nove pessoas morreram, os bispos Sonia e Estevam Hernandes realizaram neste domingo um culto via satélite, diretamente de Miami, a cerca de mil fiéis que lotaram o Club Homs, na Avenida Paulista. Detidos nos Estados Unidos, os dois classificaram de fatalidade a tragédia e disseram que "irão se levantar contra os inimigos que nos perseguem".

- É bom não mexer conosco, ou nos levantaremos para perseguir nossos inimigos assim como nos perseguem - disse Sonia.

O culto foi realizado mesmo diante de multas aplicadas pela prefeitura, sob a justificativa de que a direção do clube não havia apresentado alvará de funcionamento .

- Estamos recebendo uma multa por hora. Sabe o que significa essa multa? Uma tentativa de impor humilhação à igreja - disse Estevam, aplaudido pelos fiéis.

Sonia dedicou cerca de 20 minutos do discurso para pedir ofertas aos fiéis. Enquanto pregava, funcionários da Renascer andavam por entre as cadeiras carregando máquinas de cartões de crédito e débito e sacolas vermelhas onde se colocavam os envelopes com dinheiro. Nele, o aviso: "Em caso de cheque, favor cruzar e colocar nominal à igreja. Pois assim diz o Senhor Deus: A farinha da panela não acabará". Em seguida, enquanto os fiéis davam dinheiro, a bispa pregou:

- Agora não tem mais minha nem sua, a oferta é nossa - disse ela.

Funcionários da igreja vigiavam os jornalistas que acompanhavam ao culto. Não era permitido tirar fotos. Na hora da oferta, os seguranças da Renascer reforçaram a vigília sobre os repórteres.

fonte: O Globo
dica da Priscila Ribeiro

"A farinha da panela não acabará." Já a vergonha na fuça acabou há muito tempo nas plagas (c/ trocadilho) apostólicas...

via PavaBlog

Se pedir dinheiro

11.4 Qualquer apóstolo que vier até vocês não deve permanecer mais do que um dia, até dois se for necessário; se permanecer três dias, é falso profeta.
11.5 Ao partir, não leve o apóstolo mais do que comida, até encontrar abrigo novamente. Se pedir dinheiro, é falso profeta.
11.7 Nem todo aquele que fala no Espírito é profeta, mas apenas aquele que tem a conduta do Senhor.
11.10 Se o profeta que ensina a verdade não age de acordo com o seu ensino, é falso profeta.
11.12 E qualquer um que afirmar no Espírito “dê-me dinheiro”, ou qualquer outra coisa, não lhe deem ouvidos.

Versos avulsos do Didaquê, um dos documentos mais antigos do movimento cristão. Estima-se que o Didaquê tenha sido escrito antes das cartas de João e do livro de Apocalipse, e talvez ainda antes de outros livros do Novo Testamento.

Fonte: A Bacia das Almas

Levitas: versão gospel do programa ídolos


Em breve a cantora evangélica Cassiane estará apresentando um Reality Show na TV de nome "Levitas". Serão selecionados talentos da música gospel brasileira nas audições em 10 capitais do país. O vencedor terá contrato assinado com a Reuel Music (gravadora de Cassiane). O programa Levitas já tem data e emissora para estréia. No dia 23 de janeiro foi fechado contrato com a CNT, onde o programa será exibido todo Sabado, das 22 às 23 horas a partir do dia 2 de Maio, logo após o programa do missionário R.R. Soares. Haverá reprises durante a semana. Então fique ligado: Dia 02/05/2009, às 22h estréia o programa “Levitas” [*].

É mais ou menos assim: O programa American Idol que foi copiado pelo SBT e apresentado sob o epiteto “Idolos”, agora ganhou a sua versão gospel: Levitas! E igualzinho na versão mundana, na versão “crente” também vai ter aquela fila grandona de gente querendo ficar famosa, mas a verdade é que a maioria não tem o mínimo talento. Não sei se vai ter aqueles vídeos onde aparecem os candidatos desafinados pagando mico e que todo mundo tira sarro. Também acho que não vai ter um “Miranda” crente dando esculacho nos pobres calouros, mas o restante parece que vai ser igual.

O mais triste de tudo é que a gente vai ter que assistir aquele pessoal entrando para a audição e dizendo assim: “Deus está comigo, vai dar tudo certo!”, e depois saindo chorando e triste, porque a mensagem trinfalista que eles aprenderam na igreja não serve de nada: não basta determinar; tem que ter afinação, rs... Não sei o que vai ser pior: se ouvir isso dos coitadinhos que foram reprovados ou se ver a figura egoísta dos que forem aprovados dizendo: “eu sabia; Deus é fiel!”, dando a impressão de que Deus foi “infiel” com os perdedores do concurso.

Bom, chega de prognósticos. É dia 02 de Maio na CNT. Quêêêê? Você nem sabe o que é CNT? Rs... Minha esposa também não conhecia. Mas creiam-me: a CNT existe sim e é uma emissora de TV!

Pois é: agora é só esperar e assistir o programa “Levitas”, o “Ídolos” da gospelidade...

***
[*] Mais informações no site da Reuel Music

Fonte: Púlpito Cristão

Definindo Raças nos Estados Unidos

Durante o processo de fazer meu imposto de renda aqui nos Estados Unidos, topei com o formulário abaixo. Dá quase pra escrever uma tese sobre ele:

How Americans Identify Race

Brancos

WHITE, not of Hispanic origin. A person having origins in any of the original peoples of Europe, North Africa or the Middle East.

Como vocês podem ver, branco é quem tem "origens nos povos originais na Europa, Norte da África e Oriente Médio".

Como assim povos originais? Como assim origens? Como o homem não surgiu em nenhum desses lugares, original estamos falando de quem chegou primeiro? Mas "primeiro" até quando?

Um negro descendente de escravos trazidos pra Portugal no século XVI qualificaria? Seus antepassados são europeus há 500 anos, não é? Ele é tão "originariamente europeu" quando os alemães cujos antepassados chegaram na Europa alguns milhares de anos antes. Ou será que povo original é quem chegou até X data (tipo 12 de maio de 1293) e quem chegou depois é imigrante? E que data seria essa?

Um chileno branquinho, neto de espanhóis, não poderia dizer que tem origem num desses tais povos originais? E se ele produzir um daqueles certificados de pureza racial (tão comuns na Espanha) confirmando que não tem sangue negro ou mouro em suas veias? Será que aí então ele pode marcar que é branco? Aliás, de acordo com essa classficação, os mouros do norte da África são brancos, mas o chileno não é! Vai explicar isso pro chileno!

 Etnicidade e Nação Dicionário de Relações Étnicas e Raciais

Negros

BLACK, not of Hispanic origin. Any person having origins in any of black racial groups of Africa.

Negro, por seu lado, é quem tem origem nos "grupos raciais negros da África".

Pra começar, não é meio redundante e tautológico dizer que negro é quem tem origem nos grupos raciais negros? Isso explica alguma coisa? Não é como definir padeiro dizendo que "padeiro é quem trabalha como padeiro"?

E como assim grupos raciais? Assim vocês me confundem. Então, quer dizer que negro não é mais raça, nego agora é uma uber-raça englobando várias, literalmente, sub-raças? É isso? Por que não falaram de "grupos raciais" quando descreveram os brancos? Branco não tem sub-raça, quem tem sub-raça são esses negos subdesenvolvidos? Ah tá, entendi.

Reparem que Africa está em itálico, como se para enfatizar que negro é mesmo quem vem da África. Mas o quer dizer esse itálico? Pra eu não marcar se eu for um negro com origens em grupos raciais negros que não sejam da África? Mas que grupos seriam esses, meu deus? Originalmente, todo negro (aliás, todo ser humano) é da África, não? Ou será uma questão de tempo? Se meus descendentes tiverem saído da África faz muito tempo, então já não sou mais negro? Alguém me explique a função desse itálico, por favor!

 Caminhos da Identidade: Ensaios Sobre Etnicidade e Multiculturalismo Mídia e Etnicidades no Brasil e nos Estados Unidos

Hispânicos

HISPANIC, a person of Mexican, Puerto Rican, Cuban, Central or South American or other Spanish culture or origin, regardless of race.

O ordem dos fatores não só altera os produtos como é essencial. Não por coincidência, a primeiríssima informação em ambas as categorias anteriores é a mesma. Antes de definir o que são brancos e negros, é vital definir o que não são: não são hispânicos! Reparem bem: isso é o fundamental. Um branco, antes de tudo, é um não-hispânico: somente depois é que ele é um cara que tem origens nos povos originais etc. Um negro, antes de tudo, é um não-hispânico: somente depois é que ele é um cara originários dos grupos raciais etc. Entenderam?

Enfim, hispânico seria quem tem origem ou cultura mexicana, cubana, porto-riquenha, centro ou sul-americana, ou outra espanhola, independente de raça.

Olha, não sei nem por onde começar. O que é esse "outra espanhola"? Como assim? Quer dizer que se fui criado na África Espanhola, ou se sou filipino, também sou hispânico? Alguém me explica?

Antes, vínhamos falando de raça. Naturalmente, claro. Afinal, essa seção do formulário É sobre raça. Então, por que, subitamente, começamos a falar de cultura? Cultura tem alguma coisa a ver com raça? Sim ou não? Decidam-se, pessoas! Vocês querem que eu me defina em termos culturais ou raciais? Ou vocês não sabem bem a diferença entre uma e outra? Afinal, onde termina raça e onde começa cultura? Vocês não sabem? Ora, que interessante, eu também não - mas então deveriam repensar completamente formulários como esse. Essa "independente de raça", naturalmente, desmonta toda a lógica interna do formulário.

Não é contraditório, insano e auto-anulador que a terceira opção de um formulário sobre raça diga especificamente "independente de raça"? Não seria como somar bananas com laranjas? Imaginem se outra seção do formulário fosse:

Estado Civil

Solteiro - Alguém que não seja canhoto. Uma pessoa que nunca foi casada.
Casado - Alguém que não seja canhoto. Uma pessoa é casada.
Canhoto - Uma pessoa que escreve com a mão esquerda. Marque essa opção independente do seu estado civil.

Hã, mas não estávamos falando de estado civil? Que sentido faz haver uma opção que seja "independente" da questão que está sendo respondida?

O formulário também faz outro samba do crioulo doido ao misturar cultura com geografia. Ele diz que hispânico é quem tem origem ou cultura mexicana, cubana, porto-riquenha, centro ou sul-americana. Essa lista não parece aquelas pessoas que voltam de viagem e dizem que conheceram Paris, Londres, a Itália e a Ásia? Começam listando culturas e de repente listam duas gigantescas regiões geográficas. Centro ou sul-americana? Como assim? Pra começar, isso inclui o Caribe?

E se eu sou da Guiana, Belize ou Jamaica (colonizados pelos ingleses), Suriname ou Curaçao (holandeses) ou Haiti ou Guiana Francesa (França)? Quer dizer que jamaicanos e haitianos são hispânicos? Boa sorte tentando convencê-los disso. Pra não falar dos brasileiros, claro, que representam boa parte da área e da população da América do Sul e foram sumariamente excluídos da classificação.

 Fronteiras Cruzadas: Etnicidade, Gênero e Redes Sociais  Pluralismo Étnico e Multiculturalismo: Racismos e Anti-Racismos Brasil

Asiáticos

ASIAN-AMERICAN, Asian or Pacific islander. A person having origins in any of the original peoples of the Far East, Southeast Asia, the Indian Subcontinent, or the Pacific islands. This area includes, for example, China, Japan, Korea, the Phillipine Islands, and Samoa.

Duas coisas interessantes aqui: por que subcontinente indiano está em itálico? Talvez por que muitos indianos estavam marcando branco ou negro? E o formulário faz questão de nomear as Filipinas, eliminando assim a maior candidata a "outra cultura espanhola" da categoria acima, me deixando mais em dúvida ainda. Se as Filipinas não são uma "outra cultura espanhola fora das Américas", quem é?

Nativo-Americano

AMERICAN-INDIAN, American Indian or Alaskan Native. A person having origins in any of the original peoples of North America, and who maintains cultural identification through tribal affiliations or community recognitions.

Mais uma vez, a velha mistura de maçãs com laranjas. Afinal, estamos falando de raça ou de cultura? Segundo o formulário, pra ser nativo-americano, eu preciso não apenas descender da etnia mas manter identificação cultural, laços tribais e reconhecimento comunitário, o que quer que isso signifique. Eu acho que significa que não basta ser índio: eu tenho que agir como índio.

Olha que engraçado: se eu for um negro cujos antepassados foram sequestrados da África há 800 anos e levados pra Europa e depois pras Américas a força, eu hoje ainda sou negro, independente de morar no trigésimo andar de um arranha-céu em Manhattan, usar jeans, ser engenheiro de redes e ter um iPod. Ninguém vai ter a cara-de-pau de me dizer que eu só sou negro se praticar umbanda e cultuar os orixás. Mas se eu sou um cherokee católico, que trabalha com internet e tem um jatinho... bem, aí eu não sou mais um cherokee! Pra poder ser cherokee, tenho que estar lá na reserva, quietinho, sabendo o meu lugar. Mas, se não sou mais cherokee, isso também não quer dizer que eu seja branco, claro. Vivo num limbo racial então?

Isso faz sentido pra vocês?

Fonte: LLL

segunda-feira, 26 de janeiro de 2009

"Jesus me ama", disse modelo e miss antes de morrer


Jesus me ama', disse modelo antes da morte

As últimas palavras de Mariana Bridi, de 20 anos, antes de falecer na madrugada deste sábado (24) foram "Jesus me ama", segundo uma das tias da modelo. Parentes da jovem estão muito abalados e acreditavam na recuperação de Mariana.

A tia da modelo, Eliana Henriques, contou que há cerca de quatro dias, Mariana disse para a mãe que iria ficar boa. Antes de ser sedada, a mãe colocou aos mãos sobre a cabeça da filha e pediu para que ela repetisse a frase "Jesus me ama". Essas palavras, segundo a tia Eliana, foram as últimas ditas por Mariana.

A outra tia da modelo, Oriendina Pereira Wasen, 52 anos, estava emocionada e chorando muito. Segundo ela, as palavras de consolo que a sobrinha recebeu nos últimos dias foram de grande importância para Mariana e que o rosto sereno dela após a morte é resultado desse conforto espiritual.

"Ela tinha muitos sonhos para realizar e isso pegou a todos de surpresa. Ela foi piorando e durante todo esse tempo ficamos em intensa vigília e oração, mas foi a vontade de Deus. Ela não conseguiu comungar, mas levamos um padre até o hospital e também foram pastores para orar por ela. Mariana era uma menina lutadora, guerreira e buscava o que queria. Ela era linda", desabafou a tia.

A última vez que a tia viu a sobrinha foi na quinta-feira (22) desta semana."Eu conversei com ela um pouquinho, ela já não estava respondendo bem, mas disse que eu a amava muito. Perguntei se ela me reconhecia e ela balançou a cabeça fazendo sinal de positivo. Ela era encantadora", disse emocionada.

Morte

A modelo não suportou as últimas cirurgias e morreu por volta das 2h30. A Secretaria de Estado da Saúde (Sesa) informou, por meio de nota, que o falecimento ocorreu devido a complicações de uma infecção generalizada gravíssima.

Mariana Bridi teve os pés e as mãos amputados após complicações de uma infecção urinária. De acordo com familiares na noite de quinta-feira (22) o estado de saúde da jovem havia piorado. O corpo de Mariana foi preparado por uma funerária em Vila Velha, e foi levado para Marechal Floriano, na região serrana do Estado.

A modelo estava na Unidade de Tratamento Intensivo (UTI) do Hospital Dório Silva, na Serra, desde o dia 3 de janeiro com choque séptico (falência dos órgãos por infecção generalizada) causado por bactérias da espécie estafilococos e Pseudomonas aeroginosa, tendo como foco uma infecção urinária, de acordo com a Sesa.

O corpo de Mariana já está sendo velado no asilo Sou Feliz, em Marechal Floriano e o sepultamento está marcado para às 17horas em um cemitério próximo à Igreja Luterana.

Gazeta Online, via Notícias Cristãs [via Amenidades da Cristandade]

Pergunte ao apóstolo!

Pedro, apóstolo de Jesus Cristo, porque foste preso?

Amado irmão, para uma herança incorruptível, incontaminável, e que não se pode murchar, guardada nos céus para vós, estive com meu irmão João na porta do templo chamada Formosa, estando ali um coxo desde o ventre de sua mãe, fitamos-lhe os olhos e disse: “Não tenho prata nem ouro; mas o que tenho isso te dou. Em nome de Jesus Cristo, o Nazareno, levanta-te e anda. E, tomando-o pela mão direita, o levantou, e logo os seus pés e artelhos se firmaram.”

Logo após este acontecimento, fui preso por Herodes que estendeu as mãos sobre alguns da igreja, para maltratá-los, e, vendo que isso agradara aos judeus, continuou, mandando prender também a mim, Pedro. E eram os dias dos ázimos. E, havendo-me prendido, me encerrou na prisão, entregando-me a quatro quaternos de soldados, para que me guardassem, querendo apresentar-me ao povo depois da páscoa.

Apóstolo João, por amor da verdade que está em nós, e para sempre estará conosco: porque foste preso?

O que vimos e ouvimos, isso vos anunciamos, para que também tenhais comunhão conosco; e a nossa comunhão é com o Pai, e com seu Filho Jesus Cristo.

E, como nosso irmão Pedro afirmou, também presencie o coxo de nascença andar, eu, João, que também sou vosso irmão, e companheiro na aflição, e no reino, e paciência de Jesus Cristo, estive preso na ilha chamada Patmos, por causa da Palavra de Deus, e pelo testemunho de Jesus Cristo.

Amado irmão Paulo, apóstolo dos gentios, porque foste preso?

Quanto à minha vida, desde a mocidade, como decorreu desde o princípio entre os da minha nação, em Jerusalém, todos os judeus a conhecem.

Recebi, ainda, dos judeus cinco quarentenas de açoites menos um. Três vezes fui açoitado com varas, uma vez fui apedrejado, três vezes sofri naufrágio, uma noite e um dia passei no abismo; Em viagens muitas vezes, em perigos de rios, em perigos de salteadores, em perigos dos da minha nação, em perigos dos gentios, em perigos na cidade, em perigos no deserto, em perigos no mar, em perigos entre os falsos irmãos; Em trabalhos e fadiga, em vigílias muitas vezes, em fome e sede, em jejum muitas vezes, em frio e nudez. Além das coisas exteriores, me oprime cada dia o cuidado de todas as igrejas.

Sobre as prisões, creio que os amados irmãos perderam a conta de quantas foram, mas todas estas foram por ter andado diante de Deus com toda a boa consciência.

Apóstolo Estevam Hernandes, porque foste preso?

Povo apostólico, uma coisa cruel fizeram a nós, tentávamos entrar com milhares de dólares escondidos dentro de nossa Bíblia, e nos prenderam por não serem dólares declarados, como são cruéis os americanos, e isto há quase dois anos!
...
..
.

Fonte: Jesus Maior Amor

Cobrar para pregar: isso é correto?

pergunta já me foi feita várias vezes e graças a Deus tenho minhas convicções muito bem firmadas. A essa pegunta batida e surrada a minha resposta é sempre a mesma: um reverberante não!

Jesus nunca cobrou para pregar às multidões, e assim deixou-nos a preciosa lição de que aquilo que recebemos de graça, devemos dar de graça também. O apóstolo Paulo, apesar das constantes necessidades que envolvem a obra missionária, nunca exigiu que nenhuma igreja lhe enviasse ofertas, antes recebia de bom grado e com ações de graças aquilo que lhe era enviado. A verdade é que nenhum dos apóstolos do Senhor jamais estipularam uma quantia para pregar a palavra de Deus em alguma cidade.

É claro que há alguns textos que enfatizam a necessidade de se sustentar os obreiros: “Digno é o obreiro do seu salário” (1Tm 5.18) e “o que é instruído na palavra, reparta seus bens com quem lhe instrui” (Gl 6.6) estão entre eles. Conheço essas passagens. Jamais disse que um pastor não é digno de receber salário. “O lavrador que trabalha deve ser o primeiro a colher os grãos” (2Tm 2.6). Não, meu irmão: eu não estou indignado com os pastores assalariados. Estes sim, são dignos de receber tal honra, haja vista o trabalho que desempenham. A minha indignação tem outro motivo.

Cada vez mais no nosso país se multiplicam as estrelas gospels, com seus super ternos marca Armani, seus sapatos de couro de jacaré, suas abotoadeiras de ouro 18 quilates e sua enfadonha e repetitiva mensagem. Muitos chegam a cobrar até 15 mil reais para pregar em uma só noite! É com essa corja infeliz que eu vocifero minha repulsa e desafeto.

Os pregadores shows, ou ainda animadores de auditório, são os trabalhadores mais caros de nosso país. Qual é o profissional formado que ganha 15 mil reais em uma hora de trabalho? Pois é: as estrelas gospels, pregadores de mega-eventos chegam a ganhar 15 mil reais por apenas uma hora de performance sobre um púlpito. Aliás, é por causa disso que vocês dificilmente me encontrarão em congressos de reteté, ovacionando um pacóvio que memorizou meia dúzia de chavões e já pensa que é pregador. Eu tenho colegas pastores que recebem como paga de um mês de pastoreio fiel de sua congregação apenas um salário mínimo e quando muito dois – sim, pois ao contrário do que se pensa, é isso que ganha um pastor da Assembléia de Deus, a maior denominação do nosso país, exceto os que presidem as instituições. Pois é: aí aparece um aventureiro que gravou um DVD lá na “Meca dos pentecostais” (quem lê, entenda) exigindo como salário de uma hora de pregação o que um pastor de igreja não ganha nem em um ano! Tá faltando é óleo de Peroba...

No mundo musical gospel a coisa é ainda pior: 15 mil reais em alguns casos só dá pra trazer o cantor na igreja para cantar 2 a 3 músicas, e só se for com play-back! Certa vez eu quis convidar uma cantora dessas para divulgar a nossa pequena rádio no interior de Minas Gerais, e a abençoada teve a audácia de exigir 17 mil reais, 12 passagens de avião (primeira classe, óbvio!), hotel de luxo e todas as despesas por nossa conta, e isso sem falar no aluguel do ginásio e do som. É claro que eu não “contratei” a irmã estrela.

Realmente esses cantores e pregadores shows são uma das classes mais abusivas que existem no meio evangélico. Eu disse “uma das classes” porque entendo que existe outra ainda pior: a dos contratantes das estrelas. Há centenas de obreiros frouxos que por não conseguirem manter o povo com a Palavra de Deus, contratam um profeta fanfarrão para dar ao povo pão e circo. E não só isso, mas também convidam estrelas extravagantes que com uma melodia hipnótica levam o povo a um frenesi doido. Estes, “choram” as suas melodias sem sentido tocadas geralmente em quatro acordes, enquanto pensam no cachê que vão receber logo depois que o “culto” acabar. Sim, os contratantes são os piores, pois estes tiram o dinheiro da boca do obreiro assalariado, que durante anos serve ao seu líder denominacional sem nunca levantar a voz e dão às estrelas (de)cadentes, que não têm nenhum compromisso com a igreja: pregam e cantão hoje aqui, e amanhã sabe Deus onde estarão... E assim, o dinheiro que poderia ser investido na assistencia social, na costrução de novas igrejas, em salário de obreiros e na obra missionária, acaba sendo entregue ao ídolo gospel. É isso que acontece nos mega-congressos da sua igreja, meu caro! Ou você pensa que aquele cantor super pop star e aquele pregador do reteté que prega na televisão vai na tua igreja de graça? Eles cobram, e o cachê deles é caríssimo.

É por isso que eu não pago pregador nem cantor para pregar na igreja; eu dou é valor na prata da casa, nos obreiros fiéis que estão ao meu lado e nos músicos da igreja. Que Deus me livre de tirar a comida da boca de um obreiro fiel que se dedica ao pastorado de tempo integral, para dar para um aventureiro farsante e aproveitador da fé alheia. Comigo não, violão! rs...

Não gosto, não apoio e não creio que essa exploração existente no mercado gospel seja bíblica. Quem cobra cachê para pregar nunca vai pregar na minha igreja (mesmo porque ela é pequena, obra missionária, e não tenho os 15 mil para pagar para as estrelas da pregação, rs). Verdadeiro é o ditado que diz que “o homem que se vende, não vale o que pede”.

Por Leonardo G. Silva - Th.M., no blog Púlpito Cristão

O que é isso, camarada?

Ex-guerrilheiro acusa Fidel de trair Che a mando de Moscou
Alarcón Ramírez afirma que a morte de Che foi fruto de uma conspiração


O ex-guerrilheiro cubano Daniel Alarcón Ramírez, conhecido como Benigno, acusou o ex-presidente de Cuba Fidel Castro de trair Ernesto Che Guevara a mando de Moscou, que considerava o guerrilheiro muito perigoso para suas estratégias imperialistas. Em declarações publicadas hoje pelo jornal italiano Corriere della Sera, Alarcón Ramírez afirma que a morte de Che foi fruto de uma conspiração, da qual são responsáveis Fidel Castro e a União Soviética. Benigno é um dos três guerrilheiros que, depois da morte de Che Guevara, em 8 de outubro de 1967, na Bolívia, conseguiu escapar das tropas desse país e chegar ao Chile.

— Os soviéticos consideravam Che Guevara uma personalidade perigosa para suas estratégias imperialistas, e Fidel se dobrou por razões de Estado, visto que a sobrevivência de Cuba dependia das ajudas de Moscou. E eliminou um companheiro de luta incômodo. Che era o líder mais amado do povo — afirma o ex-guerrilheiro na entrevista.

Alarcón Ramírez conta que ele e seu grupo queriam exportar a revolução, mas que foram abandonados na selva boliviana. — Che foi ao encontro da morte sabendo que tinha sido traído — diz Benigno, que aos 17 anos entrou no grupo do comandante Camilo Cienfuegos depois que os soldados do ditador Fulgencio Batista incendiaram sua propriedade em Sierra Maestra e mataram sua mulher, Noemi, de 15 anos, grávida de oito meses. Sobre Che Guevara, o ex-guerrilheiro lembra que ele o ensinou tudo sobre o socialismo.

— Não era fácil conseguir sua confiança, mas era um homem honrado e bom. Era o único entre os líderes que pagava de seu bolso o carro de serviço — recorda Benigno, que vive em Paris. Com quase 70 anos, ele diz que Cienfuegos e Che ofuscavam Fidel e que havia diferenças no grupo dirigente. — Cienfuegos morreu em um misterioso acidente e eu estava com Che no Congo quando Fidel fez pública uma carta na qual Ernesto renunciava a qualquer posto e à nacionalidade cubana. Che começou a bater no rádio enquanto gritava: 'Olha até onde leva o culto à personalidade — relata.

Quando os dois voltaram para Havana, Fidel sugeriu que fossem combater na Bolívia, após garantir a eles o apoio dos comunistas, a cobertura de agentes secretos e a formação de novas colunas. Porém, descobriram que o Partido Comunista boliviano não os apoiava talvez por ordem de Moscou. Che Guevara foi detido e assassinado um dia depois, enquanto Benigno e os companheiros Urbano e Pombo se salvaram com a ajuda de Salvador Allende, presidente do Senado chileno, e chegaram até o Chile.

A partir de então, Benigno começou a se desiludir, sobretudo depois que viu Urbano ser detido e Pombo, nomeado general. Começou uma vida dupla que durou até sua fuga para a França, em 1996.

Fonte: Agência EFE [via Defesanet]

Desencapetamento total

Jesus Camp: protestantismo fundamentalista

O documentário americano "Jesus Camp" é assustador.

É possível baixá-lo na internet ou ver trailers no You Tube, por exemplo. Ele mostra a vida de algumas famílias protestantes americanas e o esforço feito pelas mães e pais para manter os seus filhos longe da influência supostamente maligna do resto das pessoas não-cristãs.

As crianças são retiradas do convívio da sociedade e de outras crianças não-cristãs, inclusive não freqüentam escolas. São educadas em casa, pelas próprias mães e o que lhes é ensinado tem q estar sempre de acordo com a Bíblia, como o Criacionismo, por exemplo.

As crianças passam várias horas dentro de igrejas ou em contato com "ministros da fé", sendo doutrinadas o tempo inteiro. São ensinados desde muito pequenos a pregar a todos aqueles que encontrarem, seja crianças como eles ou adultos.

São ensinados também que a fé cristã é a única e verdadeira e que todo o resto é absurdo e errado.

Tem uma cena que um menino de uns 10 anos diz: "Eu tenho nojo quando encontro com pessoas que não são cristãs e acho que o mundo seria muito melhor se todos acreditassem em Jesus como eu”.

Essas crianças choram, sofrem e se lamentam por pecados que elas supostamente cometeram... E se martirizam pedindo à Deus que as perdoe. Mas que pecados tão graves crianças entre 6 e 12 anos poderiam ter cometido? Falar mal de um coleguinha, por exemplo? O sofrimento e o sentimento de culpa são impressionantes... Eles choram até soluçar. É absurdo demais... Sinceramente é nojento. Tem q ter estômago pra assistir. Elas são usadas como uma arma de pregação... Sobem no púlpito e falam feito adulto.

Lembram da "Menininha pastora"? É muito pior... Imaginem uma fábrica delas! Enfim... Pelo menos eu, tenho medo deles. Imagino daqui há uns 10 ou 20 anos... E se um desses estiver no lugar do Bush, como presidente da maior potencia econômica e militar do mundo? Será que continuará existindo liberdade religiosa?

*Comentário da Folha sobre o filme.

Abaixo trailer:




Marco Finito, no Lion of Zion. [via Pavablog]

Desabamento da Renascer (3)

Uma semana depois do acidente na Igreja Renascer de São Paulo, quando o teto caiu e nove pessoas morreram, os bispos Sonia e Estevam Hernandes realizaram neste domingo um culto via satélite, diretamente de Miami, a cerca de mil fiéis que lotaram o Club Homs, na Avenida Paulista. Detidos nos Estados Unidos, os dois classificaram de fatalidade a tragédia e disseram que "irão se levantar contra os inimigos que nos perseguem".

- É bom não mexer conosco, ou nos levantaremos para perseguir nossos inimigos assim como nos perseguem - disse Sonia.

O culto foi realizado mesmo diante de multas aplicadas pela prefeitura, sob a justificativa de que a direção do clube não havia apresentado alvará de funcionamento .

- Estamos recebendo uma multa por hora. Sabe o que significa essa multa? Uma tentativa de impor humilhação à igreja - disse Estevam, aplaudido pelos fiéis.

Sonia dedicou cerca de 20 minutos do discurso para pedir ofertas aos fiéis. Enquanto pregava, funcionários da Renascer andavam por entre as cadeiras carregando máquinas de cartões de crédito e débito e sacolas vermelhas onde se colocavam os envelopes com dinheiro. Nele, o aviso: "Em caso de cheque, favor cruzar e colocar nominal à igreja. Pois assim diz o Senhor Deus: A farinha da panela não acabará". Em seguida, enquanto os fiéis davam dinheiro, a bispa pregou:

- Agora não tem mais minha nem sua, a oferta é nossa - disse ela.

Funcionários da igreja vigiavam os jornalistas que acompanhavam ao culto. Não era permitido tirar fotos. Na hora da oferta, os seguranças da Renascer reforçaram a vigília sobre os repórteres.

fonte: O Globo
dica da Priscila Ribeiro

"A farinha da panela não acabará." Já a vergonha na fuça acabou há muito tempo nas plagas (c/ trocadilho) apostólicas...

Fonte: PavaBlog

'Mão boba' ataca na comemoração de Beckham, Seeedorf e Pirlo

Depois do gol na vitória sobre o Bologna, meia recebe os 'parabéns' de companheiros



Beckham fez um dos gols do Milan na goleada por 4 a 1 sobre o Bologna, neste domingo, pelo Campeonato Italiano. Foi o seu primeiro pelo novo clube. E será que ele se surpreendeu com a comemoração dos seus companheiros? Na verdade, a foto engana, pois o famoso tapinha é algo comum no futebol. Mas o ângulo é cruel, não é?

Fonte: G1

sexta-feira, 23 de janeiro de 2009

O dia em que o São Paulo foi rebaixado


O fim da polêmica sobre a queda no Campeonato Paulista de 1990: o clube do Morumbi caiu, sim

O São Paulo caiu, sim, para a segunda divisão no Campeonato Paulista de 1990.

A polêmica é antiga, atiçada pelo clubismo cego e pela falta de memória do brasileiro. Foi reavivada por uma matéria da Folha de S. Paulo (para assinantes) da quarta-feira, 21 de janeiro de 2009, que questionava uma frase do guia oficial do Campeonato Paulista, publicado esta semana pela Federação Paulista de Futebol (FPF). "O São Paulo cumpriu uma campanha ruim, não se classificou nem na repescagem e foi rebaixado para a segunda divisão."


"FPF rebaixa o clube e 'suja' título de 91", escreveu a Folha. Diante da indignação dos são-paulinos, a FPF recuou e divulgou nota oficial dizendo que o texto de seu próprio guia "não procede". Culpou pelas informações o historiador Rodolfo Kussarev, que por sua vez culpou o livro A História do Campeonato Paulista (Publifolha, 1997), escrito pelo autor destas linhas e por Valmir Storti, à época repórteres da própria Folha de S. Paulo.

Procurado pelo autor da matéria, o repórter da Folha e comentarista da ESPN Brasil Rodrigo Bueno, às 18h daquele mesmo dia 21, consultei meu colega Valmir, hoje repórter freelance, e enviamos à Folha a seguinte declaração em comum.


"O livro foi escrito com base nas informações publicadas nos jornais da época, entre eles a própria Folha, onde os dois autores trabalhavam como repórteres em 1997, ano do lançamento do livro. Para esclarecer de vez a polêmica do rebaixamento ou não do São Paulo, sugerimos que a Folha reproduza o que ela mesma publicou em sua edição de 20 de junho de 1990."

Infelizmente a Folha só publicou a primeira parte de nossa declaração. Não acatou nossa sugestão: reproduzir o que ela mesma publicou em sua edição de 20 de junho de 1990.


Se o tivesse feito, seria obrigada a reconhecer: o guia da Federação Paulista estava certo. O São Paulo caiu, sim. De forma insofismável.

Como a Folha não o fez, o fazemos a seguir. Não houve meio-termo nem subjetividade nessa queda, como será provado abaixo com o texto do próprio jornal, publicado naquela ocasião.


Por mais que desagrade os são-paulinos, a verdade é a que segue:

Em 1990, o Campeonato Paulista foi disputado por 24 times. Havia a percepção de que eram times demais. Convencionou-se, então, que apenas 14 times disputariam o campeonato de 1991 – os 14 primeiros do certame de 1990. De alguma forma, o São Paulo "conseguiu" ficar em 15º, depois de ser eliminado na primeira fase (que classificou 12 times) e novamente eliminado numa repescagem (que classificou outros dois, completando 14). Para não melindrar susceptibilidades, o regulamento de 1990 dizia que "não haveria descenso". Era só uma fórmula de cortesia: os times que não entrassem entre os 14 disputariam o que, na prática, equivaleria a uma segunda divisão.

Esse regulamento não foi cumprido. Diante do rebaixamento do São Paulo, houve uma virada de mesa. Os times rebaixados em 1990 (não só o São Paulo, mas outros importantes, como a Ponte Preta) ganharam o direito de lutar por duas vagas nas finais. Foi assim que o São Paulo conseguiu a façanha, inédita no futebol mundial, de ser rebaixado em um ano e campeão no ano seguinte!

O argumento dos são-paulinos, portanto – de que o acesso no mesmo ano "já estava previsto" – é falso e errôneo.

Para não prolongar a explicação, reproduzo o texto da Folha de S. Paulo de 21 de junho de 1990 – dia seguinte ao dia em que o São Paulo caiu. (clique aqui para ver a matéria)

Fonte: Revista Época

Doações para reconstrução ou para as vítimas?

As doações de fiéis de todo o Brasil podem ajudar a reconstruir o templo-sede da Igreja Renascer em Cristo, cujo teto caiu no último domingo durante o intervalo entre dois cultos, matando nove pessoas e deixando mais de 100 feridas. Ou pelo menos podiam.

Desde terça-feira, as pessoas que entraram no site da igreja se depararam, entre comunicados e avisos sobre cultos religiosos, com um quadro com o nome de um banco, agência e conta corrente onde deveriam ser realizados os depósitos para a reconstrução do templo.


Por volta das 11h desta quarta, porém, a mensagem desapareceu da página. Não era mais possível encontrar nenhuma informação sobre qual seria o procedimento caso o fiel desejasse dar ajuda financeira para reerguer o templo principal da Renascer, na zona sul de São Paulo.

Às 12h30, a página inicial da Renascer foi alterada novamente. O mesmo quadro voltou a aparecer, só que, desta vez, com um título diferente. Em vez de solicitar doações para a reconstrução do templo, a Renascer agora pedia depósitos para o “fundo de socorro às vítimas”.


Às 16h30, ao ligar para os números de telefones indicados para "maiores informações", as telefonistas informavam os mesmos dados bancários publicados no site para a realização de doações para a reconstrução.

A assessoria de imprensa da Renascer divulgou nota afirmando que a primeira mensagem na internet foi um erro: "Por engano, a equipe do site colocou o pedido de doações para a reconstrução da igreja. Pouco depois, verificado o erro, a informação foi retirada e substituída pela correta".

Segundo a mesma nota, "o dinheiro será usado para ajudar as vítimas no que for necessário e não será utilizado ainda para a reconstrução da igreja". Por fim, a Igreja reiterou que "neste momento, todo o esforço da Renascer visa o auxílio às vítimas da tragédia que ocorreu no domingo".

Por Natalia Cuminale

Fonte: Veja.com [via Amenidades da Cristandade]

comentário Salcompimentas: Sabia que isso não ia demorar para acontecer... Ora, alguém acredita que uma Igreja "pobre de marré" com é a Renascer precisa de doações para reconstruir o templo? E alguém acredita que a Igreja também não tem condições financeiras de ajudar com os gastos médicos das vítimas?

Peritos afirmam: Igreja desabou por falta de manutenção


Técnicos da Polícia Científica, do Departamento de Controle do Uso de Imóveis (CONTRU) e da Defesa Civil iniciaram os trabalhos para descobrir as causas do desabamento que matou 9 pessoas e feriu outras 106, sendo 8 em estado grave, no início da noite de domingo.

Os primeiros indícios mostram que a estrutura desmoronou por falta de manutenção, pequenas infiltrações e excesso de peso causado por ar-condicionado, aparelhos de som e de iluminação colocados indevidamente no teto nos últimos anos, conforme os técnicos revelaram ao Estado.

Fotografias feitas ontem pelos órgãos da Prefeitura mostram cupim na madeira do telhado, além de vários equipamentos de som e de luz que sobrecarregaram o teto. A instalação do ar-condicionado também foi feita sem levar em conta que a estrutura não aguentava tanto peso. "Pela condição do cimento, da madeira e das vigas de ferro, é possível falar que falta de manutenção também deve ter sido essencial pra tragédia", disse uma das peritas que trabalham na investigação.

O presidente da Renascer, o deputado federal Geraldo Tenuta Filho (DEM-SP), o Bispo Gê, disse que o teto não oferecia perigo, a manutenção era feita anualmente e ele "nunca permitiria a entrada de fiéis em um local condenado". Bispo Gê ainda anunciou que indenizará as famílias das vítimas.

Prefeitura e Renascer passaram o dia de ontem tentando se eximir da responsabilidade pelo desabamento. A igreja tinha alvará de funcionamento expedido em 15 de julho de 2008, acompanhado de um laudo técnico assinado pelo engenheiro Carlos Alberto Freire de Andrade Neto atestando a segurança.

Segundo o secretário de Habitação, que assumirá em breve a de Controle Urbano, Orlando Almeida, os técnicos do Contru só são obrigados a checar as saídas de emergência e os equipamentos de segurança, mas não as condições estruturais do imóvel. "Isso é responsabilidade do proprietário", disse ele. A Renascer limitou-se a afirmar que tem alvará válido até 2009.

O Conselho Regional de Engenharia, Arquitetura e Agronomia do Estado de São Paulo (Crea/SP) informou que o engenheiro Andrade Neto, que assinou o laudo técnico, poderá ser responsabilizado criminalmente pela tragédia. A entidade também vai investigar o desabamento. O engenheiro não foi localizado pelo Estado.

O que nem o governo nem a Igreja conseguiram esclarecer é que o teto do templo da Renascer passou por uma reforma "total" entre setembro e novembro de 2008, que não foi comunicada à Prefeitura. A informação do deputado estadual José Antonio Bruno (DEM), bispo primaz da Igreja, é que o telhado e as telhas foram trocados. Pela legislação municipal, o Contru deveria ter sido informado previamente sobre a obra, o que não ocorreu, segundo a Secretaria da Habitação. O templo, portanto, estava irregular e passível de fechamento.

A promotora Mabel Tucunduva, da Promotoria de Habitação e Urbanismo do Ministério Público Estadual, disse que, em 1998, instaurou procedimento para apurar as condições de funcionamento de templos e igrejas da capital. Na ocasião, um laudo do Instituto de Pesquisas Tecnológicas (IPT) apontou "risco de ruína total ou parcial da estrutura (de sustentação do telhado)".

Após a reforma, no ano seguinte, um engenheiro, um arquiteto e o próprio IPT liberaram a sede da Renascer. "É inadmissível que, dez anos depois, esse telhado tenha ruído", disse a promotora, que agora pretende investigar os demais templos da Renascer na cidade. O promotor Ricardo Andreucci vai acompanhar o inquérito sobre o acidente, instaurado na 1ª Delegacia Seccional. Na segunda, seis pessoas foram ouvidas.

A Secretaria da Habitação informou que recebeu apenas um pedido de alvará de funcionamento da Renascer em dez anos. A pasta disse ainda que, se o proprietário não pede o alvará, "está sujeito a fiscalizações". Ainda assim, não soube esclarecer por que o local não foi vistoriado antes.

***
Fonte: Folha Gospel [via Púlpito Cristão]

Você também está acima da crise financeira mundial!

Essa demonstração gratuita (fora o dízimo) de neo-pentecostalismo vem da Igreja Templo da Verdade, em Belo Horizonte, sob a tutela do pastor Wagner. Em seu site você encontra um conteúdo extremamente voltado ao apelo financeiro e místico, com exemplo abaixo da sua programação de culto:

SEGUNDA-FEIRA AS 19.45HS-REUNIÃO DA CONQUISTA,UMA NOVA VISÃO PARA REALIZAÇÃO FINANCEIRA E PROFISSIONAL.
QUARTA-FEIRA AS 19.30HS-REUNIÃO DO FORTALECIMENTO ESPIRITUAL.
SEXTA-FEIRA REUNIÃO DE LIBERTAÇÃO AS 19.30HS-ORAÇÃO FORTE CONTRA AS OBRAS DO MAL.SINTOMAS DE POSSESSÃO;INSÔNIA-DOR DE CABEÇA CONSTANTE-VISÃO DE VULTOS-AUDIÇÃO DE VOZES-DESEJO DE SUICÍDIO-DOENÇAS QUE OS MÉDICOS NÃO DESCOBREM A CAUSA-PERTUBAÇÃO NOTURNA-VITIMA DE INVEJA OLHO GORDO ,PARTICIPE CONOSCO.
DOMINGO REUNIÃO AS 9HS E AS 19HS-CONCENTRAÇÃO DE FÉ E DE MILAGRES NO PODEROSO NOME DE JESUS COM O MANTO CONSAGRADO-PARE DE SOFRER
ASSISTA AOS NOSSOS CULTOS AO VIVO PENA NET

Eu realmente sei que essa é apenas mais uma de inúmeras igrejas neo-pentecostais com esse tipo de apelo. Mas se nós não começarmos a levantar nossas vozes em coro para ensinar, instruir e até mesmo denunciar certas práticas ditas cristãs que na verdade são anti-bíblicas, seremos tão culpados quanto quem promove esse tipo de apelo.

E agora, aproveitando o ensejo, me respondam, por favor, o porquê de, nesta foto abaixo retirada do site deles, as pessoas sendo consagradas como ministras estarem segurando um cheque-modelo?

Fonte: Papo de Teólogo

quinta-feira, 22 de janeiro de 2009

Carta de um irmão Judeu


Esperamos sua intervenção cirúrgica em fevereiro. Nossa viagem espera para maio. Só a sua saúde me interessa; o resto não importa. Minha agencia de viagem espera. A moeda é redonda porque foi feita para circular: vem e vai, mas os amigos devem sempre ficar.

Sobre o que acontece aqui, digo que as pessoas não sabem fazer distinção entre os árabes (que são muito diferentes entre si, como povos), o Islã, e o radicalismo fundamentalista islâmico.

Agora os intelectuais, a imprensa, os artistas, os pseudo-humanistas vêem o sangue das crianças de Gaza e protestam sem saber que nós odiamos isto, que não queremos guerra, e que o que está acontecendo é conseqüência de centenas de tentativas de paz, enquanto somos agredidos todos os dias, por anos, pois, o terrorismo que faz vítimas inocentes como ideologia, e que se esconde atrás de crianças, é que faz isto acontecer. Isto, no entanto, não é visto.

Estão todos cegos!

Quando Israel protestou porque o Hezbollah estava se armando no Líbano — lançaram foguetes, raptaram soldados e civis não uma vez, nem por uma semana ou um mês, mas por 10 anos —, ninguém disse nada. Quando na Galileia morriam civis por causa de bombardeios diários a escolas, etc.; ninguém saiu em protesto.

Quando Israel devolveu todos os territórios de Gaza, desalojando de suas casas israelenses que tinham transformado o deserto num Éden, os habitantes de Gaza votaram democraticamente; e, ao votarem, disseram “não” à OLP (Organização Para a Libertação da Palestina) — porque não eram fanáticos, e tinham se convencido de que Israel queria a paz e daria sempre total liberdade se a vontade deles fosse de paz.

Israel está acostumado, desde o Egito, e, depois, na Babilônia; e, depois, no mundo inteiro, a conviver democraticamente com todos; e não temos problema com as diversidades étnicas. Nós mesmos somos um povo que veio de volta para cá de todas as nações. Para Israel um Estado Palestino amante da paz e que tenha uma só cara é tudo o que queremos.

Mas é impossível para os grupos terroristas admitirem que o povo queira paz com Israel e Israel com o povo Palestino.

O problema não é um Estado Palestino. É apenas que o Estado Palestino não seja apenas um escudo ao terrorismo insano e covarde!

Mas sem o ódio, com entendimento, como os terroristas farão a sua guerra?

Por isto, eles têm a necessidade de não fazer as pazes com Israel!

Então, com lutas internas e muito ódio disseminado, e depois do Hamas perder antes, enfim veio o “sim” ao Hamas na Faixa de Gaza.

O Hamas prometeu destruir Israel conforme seus próprios princípios, apagar do mapa os judeus; e, aos que morressem pela causa, transformá-los em mártires, que ganhariam dezenas de virgens no outro mundo.

Então mandam as crianças para se explodirem, e, depois, nos culpam até dos homens-bomba!

Cada suicídio de meninos-bomba é contado como assassinato praticado por Israel. Eles se matam para poderem nos odiar melhor.

Israel devolveu terras, retrocedeu em tudo. Era o negócio de “terra por paz”. Então Israel deu-lhes trabalho, água, eletricidade, remédios, educação, atendimento em nossos hospitais...

Enquanto isso, eis o que o Hamas fazia em Gaza com os milhares e milhões de dólares que recebeu do mundo humanitário:

- Manteve sua elite nos melhores hotéis e cidades do mundo!

- Compram armas e contrabandeiam para Gaza, para matar judeus, e oprimir o próprio povo deles.

Se tivessem investido o dinheiro em educação e desenvolvimento, seriam uma potência.

Então, novamente os israelenses começaram a ser atingidos por bombas, granadas, homens-bomba, foguetes... Raptaram...; mataram dezenas de crianças inocentes e civis em Israel, etc.

Outra vez Israel protestava diariamente... Não foi uma só ação, ou um só dia, uma semana ou um mês, mas 8 anos!...

Enquanto isto todos os humanistas de bom coração e boa consciência não quiseram ouvir nossa voz.

Quando Israel reage para defender seus direitos e seu povo, depois de tanto tempo e tantas advertências, os humanistas de bom coração e boa consciência protestam.

Outra vez chega-se à mesma milenar conclusão: parece que o sangue dos árabes é mais vermelho do que o dos judeus.

Golda Meyer disse:

Chegará o dia em que nós israelenses perdoaremos os árabes por terem matado nossos filhos, porém o que nunca vamos lhes perdoar é terem obrigado nossos filhos a matar os deles”.

E acrescentou:

A paz vai chegar quando os árabes amarem seus filhos mais do que odeiam seus vizinhos”.

NADAV sairá com seus soldados no próximo domingo, para a fronteira com a Síria e o Líbano, por precaução, por no mínimo 30 dias.

Um grande abraço, meu querido irmão.

Hugo Hurevich

Fonte: site do Caio Fábio



Nadav é o nome do filho de Hugo.

A maldição do Cristo genérico


Recentemente abandonei a leitura do livro “A maldição do Cristo Genérico”, de Eugene Peterson, por achá-lo muito prolixo. Confesso que com um título desses, eu esperava um pouco mais do autor.

Contudo, navegando pela internet, achei esse texto no blog Romanos 12, onde nos é apresentado um Jesus genérico, o senhor Gezuz. Apresento abaixo alguns princípios para que você poss identificar que tipo de “cristo” estão pregando na sua igreja:
.
JESUS: Aceitava pessoas pobres e ricas, sem tratá-las de forma diferente por este quesito.
GEZUZ: Só abençoa quem deixa a contribuição financeira no seu altar.
.
JESUS: Ficou irritado ao ver pessoas vendendo coisas no templo e transformando a casa de oração em comércio.
GEZUZ: Adora ver a igreja ser um comércio, pois assim, com o dinheiro, ele pode ter novas filiais de suas empresas-igrejas para mais pessoas conhecerem seu lindo nome: Gezuz!
.
JESUS: Não deixava os demônios falarem.
GEZUZ: Adora ver os demônios falar, dar entrevistas e fazer espetáculos para impressionar as pessoas e prendê-las na religião pelo medo.
.
JESUS: Para ele o amor é muito mais importante do que o dízimo.
GEZUZ: Até entende se você não amar, afinal, a carne é fraca, mas se você não der o dízimo, ele deixa o devorador comer o teu salário.
.
JESUS: Revelou com detalhes a vida da mulher samaritana.
GEZUZ: Não conhecendo muito bem as coisas, chega numa platéia com mil pessoas e chuta: “Tem 10 aqui com dor de cabeça, 8 com reumatismo, 3 com causa na justiça, 40 desempregados...”
.
JESUS: Soprou o Espírito Santo em seus discípulos.
GEZUZ: Só dá o Espírito Santo se você falar meio enrolado e desembolsar uma graninha.
.
JESUS: Teve medo no jardim do Getsêmani.
GEZUZ: Diz que o medo vem do diabo.
.
JESUS: Chamou pessoas que usavam a religião como causa de ganho financeiro e status de hipócritas, mentirosas, raças de víboras e filhas do inferno.
GEZUZ: Chama pessoas que usam a religião como causa de ganho financeiro e status para se assentarem no púlpito da igreja e darem uma palavra.
.
JESUS disse: Bem-aventurados vós, os pobres, porque vosso é o reino de Deus. (lucas 6:20).
GEZUZ disse: bem-aventurados vós que sois ricos, por que pobre ou está em pecado ou precisa de um verdadeiro encontro comigo.
.
Ora, não há outro salvador a não ser Jesus! (At 4.11-12). Não deixem que te empurrem esse placebo chamado Gezuz goela abaixo; foneticamente parece a mesma coisa, mas quando observamos seus ensinos vemos que ele é muito diferente do nosso Salvador, o Senhor Jesus.

Se o Jesus que estão pregando em sua igreja é o Gezuz, saia fora dela enquanto é tempo. Mas não fique por aí perdido não: procure uma igreja bíblica e cristocêntrica, que pregue a Jesus, e não Gezuz. Eu sei que essas estão escassas, mas posso te garantir que elas ainda existem!
.***
Por Leonardo G. Silva – Th.M.
Adaptado do blog Romanos 12 [via Púlpito Cristão] [via Tomei a Pílula Vermelha]