quinta-feira, 13 de novembro de 2008

E Marcos também falou!

Ontem o goleiro Marcos deu sua versão sobre sua atitude no jogo contra o Grêmio. Falou várias coisas e já foi reproduzido nos principais sites. Mas acho que duas delas merecem destaque deste blog:

Lado torcedor
"Com 16 anos de clube, eu não consigo ser só profissional. Nunca fiz média com ninguém. Se a torcida gosta de mim, foi pelas coisas que conquistei. Foi por ter quebrado a clavícula ao me jogar na bola numa dividida. Foi por ter deixado de lado uma proposta de 45 milhões do Arsenal-ING para ficar aqui e jogar a Série B. Eu deixei de agir só com a razão. Às vezes, faço as coisas com o coração, como um verdadeiro torcedor. Eu gosto demais do Palmeiras e só faço as coisas para ajudar. Mas sei que isso às vezes atrapalha."

Sinceridade
"Acho que a torcida grita meu nome no estádio porque sou 'xarope' (risos). Minha sinceridade existe desde quando eu me tornei jogador de futebol. Talvez isso tenha cativado os torcedores do Palmeiras e também dos outros clubes. Mas, no futebol, talvez não seja bom ser tão autêntico. Outro dia, falei que o time não jogou bem e fizeram um escândalo. Distorceram e falaram que critiquei o time. Não fiz isso. Mas como é o Marcos, é outra história. Já estou me policiando. Nesse último jogo provei que melhorei um pouco, pois nem entrevista
eu dei (risos)."

fonte: 3VV

Nenhum comentário: