sábado, 11 de outubro de 2008

Loira processa fábrica de tintura por ficar morena


Não é piada de loira. Aconteceu de verdade: Uma americana tentou processar uma fabricante de tintura para cabelo que teria "destruído sua vida social". Segundo ela, um erro no empacotamento da tintura fez com que o produto, que deveria deixá-la loira, a transformasse em uma morena.

Charlotte Feeney disse que, após usar o produto, nunca mais conseguiu voltar ao tom naturalmente claro de seus cabelos. A experiência, afirma, a deixou tão traumatizada que ela precisou passar a tomar antidepressivos.

Além disso, ela afirma que passou a sofrer de dor de cabeça por ansiedade. "Os homens não me davam mais a atenção normalmente dada às loiras, e tive que ficar em casa e usar chapéu ou boné a maior parte do tempo", disse Charlotte.

Um juiz de instância superior encerrou o processo iniciado por Charlotte em 2005, alegando que ela jamais provou que a fabricante tenha colocado a tinta errada na embalagem. A empresa também contesta a acusação de Charlotte.


com informações do G1

Nenhum comentário: