quarta-feira, 8 de outubro de 2008

Cresce venda de 'cigarro eletrônico' na Grã-Bretanha


Com a proibição do fumo em bares e restaurantes na Inglaterra, fumantes britânicos encontraram uma solução para burlar a lei: o cigarro eletrônico.

O produto é considerado por muitos uma alternativa mais saudável. O cigarro eletrônico funciona com cartuchos de nicotina e é vendido há mais de um ano na Grã-Bretanha, mas recentemente as vendas aumentaram consideravelmente.

A maioria dos cigarros eletrônicos é fabricada na China. O produto solta um vapor quente quando é inalado, e isso preocupa muitos especialistas, como Douglas Bettcher, da Organização Mundial de Saúde (OMS). "Este é um produto novo, que ainda não foi testado", diz Bettcher. "Não sabemos exatamente o que há dentro desses cartuchos, além de nicotina, e quais são os efeitos de aquecer essas substâncias, transformá-las em vapor e inalar esse vapor.

" O diretor da Electronic Cigarette Company (empresa que fabrica os cigarros), Jason Cropper, diz que que é muito caro fazer testes clínicos. "A maioria das empresas que vendem o produto é pequena", afirma Cropper. "Não temos recursos financeiros para fazer testes clínicos."

da BBC Brasil

Nenhum comentário: